Vale como maratona
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vale como maratona

andreavelar

21 de janeiro de 2011 | 13h47

A menor cidade brasileira em número de habitantes vive neste domingo um dia histórico. Trata-se da primeira Volta de Borá, município situado a 495 quilômetros a oeste de São Paulo. É uma “micromaratona” com a largada na placa de “bem vindo” e chegada logo ali na frente, mais precisamente, na placa de “volte sempre”. Total? Um quilômetro!

Borá, com 805 habitantes, segundo o Censo 2010 do IBGE, foi escolhida como ponto de partida para o Halls XS, um minidrops que lembra pequenos instantes de heroísmo. Não haveria então cenário mais perfeito para o lançamento.

A prova contará com 70 participantes, sendo 40 moradores locais e outros 30 de cidades próximas – as concorridas inscrições podem ser feitas aqui. Os vencedores masculino e feminino serão homenageados e colocarão as primeiras pedras para a construção do Halls da Fama. Esse espaço será destinado a pessoas comuns que tiveram um ato de bravura na cidade.

Gente que nunca nem sonhou com uma maratona, ou mesmo que ao longo da vida inteira não correram 42 quilômetros somados, estão aptos à disputa. A tranqüilidade do percurso em meio à festa realizada anima mesmo os moradores mais ressabiados.

“Muita gente de fora, de Assis, de Paraguaçu e de outras cidades, já fizeram suas inscrições. Você vê pessoas vestindo a camiseta na rua e garantindo que irão pelo menos prestigiar a corrida”, conta Igor Henrique Favato, estudante de Educação Física, morador de Borá. “A intenção é uma cidade mais movimentada com todos esses eventos do Halls”, completa.

Desde de dezembro de 2010, a cidade de 44 anos abriga grandes eventos. No mais recente deles, todos os moradores acima de 13 anos foram cadastrados na rede social Facebook.

“Borá viverá dias de intensa movimentação com o Halls da Fama. Borá vai se transformar em assunto nas redes sociais, abrindo também novas possibilidades de conversa de Halls com o seu público”, explica o diretor de Gomas e Balas da Kraft Foods, Gonzalo Uribe.

Tudo o que sabemos sobre:

Borácorrida de ruaVolta de Borá

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.