1º de julho – dia de doar sangue no Vida Corrida

1º de julho – dia de doar sangue no Vida Corrida

Doações serão com horário marcado, veja como participar

SILVIA HERRERA

27 de junho de 2021 | 09h00

A história da corrida de rua paulistana tem um capítulo chamado Neide Santos, fundadora e líder do projeto Vida Corrida, no Capão Redondo, zona sul de São Paulo. Ela é doadora de sangue, mas por conta da pandemia do coronavírus deixou de fazer as doações regularmente – eram três por ano. E não é que o projeto Amor se Doa resolveu essa questão e conseguiu organizar uma campanha de doação, junto com a Fundação Pró-Sangue, na sede do Vida Corrida? Dia 1º de julho será realizada campanha de doação de sangue na sede do projeto. É grátis.

Neide conta que há 20 anos as mulheres do Vida Corrida foram convidadas pelo Corpo de Bombeiros para doar sangue. “Havia uma competição entre os batalhões e aceitamos o desafio, o que nos motivou a doar sangue três vezes por ano. Somos 80 mulheres doadoras”, conta. Para participar da campanha é só clicar aqui, escolher um horário, entre 9h e 13h, e se chegar no horário marcado na Casa do Vida Corrida, localizada na Rua Arroio do Engenho, 161 – Conjunto Habitacional Adventista,  a um quilômetro de distância da estação Capão Redondo do Metrô (linha Lilás). Veja abaixo os detalhes.

Neide Santos é doadora de sangue

Desde 1999, Neide trabalha incansavelmente na inclusão social, saúde e qualidade de vida de mulheres e crianças por meio do esporte, principalmente a corrida de rua. Já o projeto Amor se Doa foi criado em novembro de 2018 por dois amigos de infância, Adriano Oliveira e Tiago Borba, com o intuito de incentivar todos em sua volta à fazer esta boa ação. Mais de 500 doações de sangue já foram realizadas desde então.

Requisitos para doar sangue:

1. Portar documento oficial de identidade com foto;

2. De preferencia beber bastante água antes da doação e se alimentar bem, evitando apenas alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação;

3. Pesar acima de 50 kg;

4. Não estar em jejum;

5. Ter entre 16 e 69  anos; menores de 18, precisam de autorização.

6. Estar descansado;

7. Quem fez tatuagem só pode doar após 12 meses.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.