5 rotas para correr em Cartagena

5 rotas para correr em Cartagena

Vai curtir merecidas férias no Caribe colombiano? Confira os melhores locais para correr em Cartagena.

SILVIA HERRERA

23 de janeiro de 2020 | 11h24

Não é todo Natal que você ganha de presente uma viagem para Cartagena com tudo pago. Presentaço!!! Fui conhecer o Caribe colombiano na semana passada e é realmente tudo o que falam. Mas onde correr? No Strava não encontrei nenhuma rota nem no Google. O jeito foi desbravar. #corridaderua #caribe #cartagena #BlogCorrridaParaTodos

3ª Meia Maratona de Cartagena será realizada em 18/10/2020

Fundada em 1º de junho de 1533, Cartagena das Índias além de ser banhada pelo mar do Caribe, possui um centro histórico que é patrimônio cultural da Unesco. É a cidade murada. Vale muito a pena caminhar por lá e conhecer todos os cantinhos.

Lá faz calor o ano inteiro, média de 30 a 35 graus, e a cidade é bem plana. Só tem o morro do Castillo de San Felipe de Barajas e morro do Convento La Popa. A região onde se encontra a maioria dos hotéis se chama Bocagrande. Fiquei hospeda no final dela, em um local chamado El Laguito.

Os melhores horários para correr são os tradicionais, de manhã cedinho,  entre 5h30 e 7h30,  ou no fim da tarde, entre 17h e 19h, com direito a pôr-do-sol em cima da muralha do centro histórico. Nesses horários encontrei alguns corredores. A cidade é segura, e quem preferir, poderá fazer essas cinco rotas que fiz. Se for correr cedinho, leve sua hidratação. Se for correr à tarde, leve uma graninha no bolso para tomar uma limonada gelada no caminho, água de coco, ou a limonada de coco, que é maravilhosa. Ou se preferir tem Mojito, Coco Loko, cerveja, café e chocolate, entre outros.

Meia maratona de Cartagena passa pelo Castillo San Felipe

Não tem ciclovia e a calçada é estreita em alguns pedaços na avenida da orla da praia. A faixa de areia dá lugar a pedras em algumas partes. A areia parece talco, de tão fofinha. Dá para ir correndo pela praia, intercalando com a calçada. Mas não dá para ir descalço. Evite o asfalto, os motoristas são bem estressados, principalmente os taxistas e motoristas de ônibus. Buzinam sem parar. De manhã cedo é bem mais sossegado para correr.  À tarde a maré sobe e em alguns trechos, principalmente em frente ao shopping, onde a  maré sempre invade a pista.

Dicas importantes. Não precisa comprar dólar para trocar lá. As casas de câmbio aceita real. Os locais com as melhores taxas estão no Portal del Dulces, em frente à Torre do Relógio, local de entrada do centro histórico. Quando chegar só troque 50 reais no Aeroporto, onde a taxa é ruim, para tomar o táxi para o hotel.  Um real vale 800 pesos colombianos. Um refrigerante na rua, custa em média 4 mil pesos.  Dica 2 – o táxi é mais barato que o Uber. Mas não tem taxímetro. Tem que falar onde vai e perguntar quanto custa imediatamente. De El Laguito até o Aeroporto Internacional, ou vice e versa,  custa 20 mil pesos. De El Laguito até o centro histórico custa  10 mil. Dica 3 – corra das massagistas. Só os 30 primeiros segundos são gratuitos. Dependendo do sotaque do turista a massagem pode custar 100 mil pesos. Se quiser fazer a massagem negocie pela metade desse valor. Dica 4 – se pretende viajar para a Colômbia tome a vacina de febre amarela nos postos que dão o certificado internacional de vacinação. Sem ele você não embarca. Você não precisa de visto ou passaporte, mas precisa desse certificado. Dica 5 – faça passeios de um dia pelas ilhas do arquipélago de Rosário. É lá que o mar é azulzinho e a areia, branquinha. Fui com a agência Back Pack, com o guia John Wayne, e recomendo. Há dezenas de agências. Não recomendo a JetSet, o transfer do aeroporto até o hotel demorou duas horas, e a van era terrível. Cancelei o da volta. Observei que a melhor infra-estrutura de passeios e de transfer é da Decameron, do hotel de mesmo nome. Fiquei hospedada no Caribe, que gostei bastante. Tem café da manhã incluído, piscina meio olímpica e um jardim com bicho preguiça, cervos, araras, tucanos. A janela do quarto era com vista para praia do El Laguito, linda.

Ah, quem se animar, tem meia maratona em Cartagena em 18 outubro, a Média Maraton del Mar, que contempla também percursos de 5k e 10k. O ponto de largada, que é às 5h30,  é do porto dos cruzeiros, no bairro que se chama Manga.  Esta parte da cidade não conheci, mas vi os cruzeiros chegando lá. Aqui o link para se inscrever, e abaixo o mapa do percurso da Meia Maratona del Mar, que foi criada em 2018 por três amigos corredores : https://www.mediamaratondelmar.com/

Mapa do percurso da Media Maraton del Mar – edição 2020 – Cartagena

Confira abaixo as rotas:

Rota 1 – de El Laguito ao Centro Histórico, pela avenida da praia – 3,5km – ida e volta 7km

reprodução do GoogleMaps – rota 1 – Cartagena

Rota 2 – Volta em El Laguito – praias de Hollywood e El Laguito – volta completa 3km – bem sossegada.

El Laguito – Cartagena – reprodução GoogleMaps

Rota 3: ida e volta 8k de El Laguito ao Bairro Getsemani (a Vila Madalena de Cartagena)

Getsemani – Cartagena – Reprodução do Google Maps

Rota 4: ida e volta 5k em Castillo Grande.

Castillo Grande – Cartagena – reprodução Google Maps

Rota 5: De El Laguito ao Castillo San Felipe de Barajas. Vale visitar o local, é cobrado ingresso (25.500 pesos). Há galerias dento do forte. Ida e volta dá quase 10k, se der uma volta no forte, completa os 10k. Do outro lado do forte está o monumento Botas Velhas.

Percurso para Castillo San Felipe, Cartagena – reprodução Google Maps

Tudo o que sabemos sobre:

fériasCartagenacorrida de rua

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.