Após jejum de 4 anos, brasileiro vence Meia Maratona de São Paulo

Após jejum de 4 anos, brasileiro vence Meia Maratona de São Paulo

Depois de quatro anos, o Brasil voltou ao topo do pódio na 14ª edição da Meia Maratona Internacional de São Paulo e com vitória de Daniel Ferreira do Nascimento, de 22 anos

SILVIA HERRERA

02 de fevereiro de 2020 | 20h13

Fevereiro começou com vitória brasileira nos 21km. Neste domingo (2), Daniel Ferreira do Nascimento, 22 anos, natural de Bragança Paulista (SP), impôs ritmo forte desde a largada, acompanhou de perto os estrangeiros e depois passou a liderar, abrindo distância para os concorrentes. Completou em 1h04min34s, melhor tempo da disputa desde 2015, e ainda assegurou o índice para o Mundial de Meia Maratona 2020, na Polônia. #MeiaMaratona #corridaderua #blogCorridaParaTodos

Daniel, camiseta verde, é de Bragança Paulista

Coincidência ou não, Daniel calçava um modelo Nike Vaporfly – calçado que em 2018 esteve nos pés do recordista mundial da maratona, Eliud Kipchoge, e em 2019, na quebra do recorde feminino de Brigit Kosgei.

A previsão de chuva não se confirmou, na manhã deste domingo e os de 7.500 corredores contaram com um clima ideal para os desafios de 21.097 metros, em um percurso rápido, mais linear e técnico.

7.500 corredores participaram da prova na região do Pacaembu

Aos 22 anos, e com uma história de superação e persistência, Daniel Nascimento vem em ascendência. Deixou o trabalho de cortador de cana e tem se destacado no cenário das corridas de rua. Foi o melhor brasileiro na última edição da Corrida Internacional e São Silvestre, com a 11ª posição.

Essa foi sua segunda prova em 2020 e sua segunda vitória. Ele também venceu a Copa Brasil de Cross Country, em janeiro, no Espírito Santo. Os resultados motivam o jovem para os desafios do ano. “Fico muito feliz com o resultado. Estou praticamente retornando para as corridas, já que no ano passado, devido a dificuldades, abandonei as disputas, fiquei quatro meses parado. Aí no fim do ano, corri a São Silvestre e fui o melhor brasileiro. 2020 começou muito bom para mim. Essa é minha segunda prova e a segunda vitória. Espero que continue assim”, ressaltou Daniel. que com o tempo de 1h04min34s conseguiu o índice para o Mundial de Meia Maratona, que acontecerá na Gdynia, na Polônia, no final de março.

Pódio com 3 brasileiros: Daniel? Gilmar e Giovani

Nicolas Kiptoo Kosgei, do Quênia, chegou em segundo e Gilmar Silvestre Lopes, também do Brasil, em terceiro, completaram o pódio. Giovani dos Santos, um dos favoritos da prova, campeão em 2016 e 2013, chegou em 5º.

Janet liderou de ponta a ponta

No feminino Janet Cheruto, 28 anos, foi a campeã e sua prova de estreia. A queniana manteve bom ritmo durante toda a disputa. Até a metade da prova vinha acompanhada de outras quatro atletas, inclusive duas brasileiras, mas depois conseguiu abrir certa distância para as rivais e soube administrar. “Foi minha primeira vez nessa prova. Estou feliz com a vitória. Foi uma corrida tranquila, um bom percurso. Dificuldade só para me manter à frente das concorrentes. Mas gostei muito”, contou Janet.

A brasileira Rejane Ester da Silva, com a segunda colocação, e a ugandense Emily Chebet, em terceiro, completaram o pódio feminino da 14ª edição da prova. Rejane destacou o bom nível das atletas. “Acho que foi uma prova bem bacana. Quero parabenizar a organização. Eu comecei bem, e deu para acompanhar as estrangeiras por um tempo. Depois a Janet abriu, e aí ficou difícil, mesmo assim, tentei dar o meu melhor para ela não distanciar muito. Estou feliz com o segundo lugar. E o bom é que o ano está só começando”, disse a atleta de 36 anos.

Outro destaque da Meia Maratona Internacional de São Paulo é a medalha quádrupla, que foi entregue na retirada do kit aos corredores que no ano passado encararam o desafio de completar as distâncias puras das quatro principais provas organizadas pela Yescom: Meia de São Paulo, Maratona de São Paulo, Meia Maratona do Rio e Volta da Pampulha. Confira imagem abaixo, imagem do Instagram do corredor Antonio Colucci/Sempre Correndo.

Medalha especial para quem completa as 4 corridas

 

Resultados 2020

 

Elite Masculino

1) Daniel Ferreira do Nascimento (Brasil), 1h04min34seg

2) Nicolas Kiptoo Kosgei (Quênia), 1h05min18seg

3) Gilmar Lopes (Brasil), 1h05min35seg

4) Edwin Kipsang Rotich (Quênia) 1h07min04seg

5) Giovani dos Santos (Brasil), 1h07min45seg

 

Elite Feminino

1) Janet Cheruto Masai (Quênia), 1h16min55seg

2) Rejane Ester da Silva (Brasil), 1h18min40seg

3) Emily Chebet (Uganda), 1h19min19seg

4) Viviane Amorim Figueiredo (Brasil), 1h26min43seg

5) Maria Silvania da Silva (Brasil), 1h32min43seg

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: