Campeão da Longevidade

Campeão da Longevidade

SILVIA HERRERA

31 de agosto de 2015 | 12h11

Atleta de Caçapava vence o calor e fatura sua quinta vitória no último quilômetro.

O campeão Ederson Pereira, atleta Bradesco Seguros

Ederson Vilela Pereira, 25 anos, não brinca em serviço e vem colecionando vitórias. O fundista, fera nos 5 e 10k,  acaba de subir no degrau mais alto do pódio do Circuito da Longevidade pela quinta vez este ano. Domingo (30/08) ele venceu a corrida de rua em Salvador. “Está sendo ótimo. Esta foi a nona etapa da temporada e ganhei cinco. Ano passado, das 14 venci cinco. Então, com certeza este ano vai dar para superar esta marca”, festejou Pereira.

O atleta  Bradesco Seguros ganhou as provas também em  São José do Rio Preto (SP), São José dos Campos (SP), Sorocaba (SP) e Porto Alegre (RS). Chegou em segundo lugar em Marília (SP) e Campinas (SP) e na terceira posição em Ribeirão Preto (SP). “Esse circuito é muito legal porque não visa somente aos atletas de elite, o povão participa. Quem não quer correr tem a caminhada depois. Tem para todas as idades, é bem gostoso, no domingo, o pessoal tem um evento para praticar uma atividade esportiva, que faz muito bem para a saúde”, recomenda.

Por conta do calor, não foi nada fácil vencer em solo soteropolitano. “Na ida, até o quilômetro três  estava com as pernas moles, meu ritmo estava lento em relação às outras provas. Na volta eu forcei um pouco o ritmo e foi muito sofrimento”, contou.  Em uma manhã ensolarada no Jardim de Alah, em Salvador, na Bahia, o fundista venceu a prova de 6 km com o tempo de 17’14”.

Circuito da Longevidade - etapa Salvador. Crédito Léo de Azevedo/Divulgação

Circuito da Longevidade – etapa Salvador. Crédito Léo de Azevedo/Divulgação

Ginga  (mascote do Time Brasil), Tom e Vinícius (mascotes da Rio 2016) deram a largada. Desde o início Pereira travou intenso duelo com Altobeli Santos da Silva. Os dois correram juntos praticamente todo o percurso. Só no último km Pereira assumiu a dianteira. Altobeli chegou em segundo com o tempo de 17’22”. Completaram o pódio o queniano Paul Koech Kimutai (17’27”) e os brasileiros  Leandro Prates Oliveira (17’28”) e Damião Ancelmo de Souza (17’53”). Duas mil pessoas participaram da corrida.

Pódio Masculino

No feminino, a campeã foi Failuna Abdi Matanga, com 19’50”, seguida por Tatiana de Souza Araújo, com 20’00”. Completaram o pódio a queniana Caroline Jepkemei Kimosop (20’44”), a baiana de Feira de Santana Graciete Moreira Carneiro Santana (21’10”) e Adriana Cristina Silva da Luz (21’14”). Depois da corrida, começou a caminhada com mais duas mil pessoas, que  percorreram 3 km no Jardim de Alah.

E para quem pretende seguir as passadas de Pereira nas próximas corrida, ele dá uma dica: “Primeiro procurar um médico para uma avaliação. Não pode querer sair correndo de cara. Depois disso, começar aos poucos, com uma caminhada e alternando as corridas. E também sempre ficar de olho na alimentação, horário de descanso. Cada um tem de respeitar o seu ritmo.”

Os mais longevos da corrida e da caminhada receberam troféus e homenagens no palco. Aos 81 anos, Aloisio Souza Pimentel foi o corredor mais longevo. Ele completou os 6 km em 45’53”. Entre as mulheres, o destaque foi Alayde Silva Cerqueira, de 72 anos, que fez a prova em 43’42”. Na caminhada, destacaram-se Isalberto Figueiredo Machado, de 83 anos, e Anita Freitas, de 83 anos.

Para os inscritos, foram oferecidos teste de pisada, avaliação física, massagem e bicicletário. Por meio de um equipamento de última geração, os interessados tiveram acesso a uma série de dados sobre sua condição física e receberam orientações de profissionais especializados para potencializar o treino e ganhar mais qualidade de vida. Todas as etapas do Circuito da Longevidade contam, também, com um bicicletário especial do “Movimento Conviva”, uma iniciativa do Grupo Bradesco Seguros para incentivar a convivência harmoniosa entre ciclistas, motoristas, motociclistas e pedestres. Bons treinos #corridaparatodos

Corrida

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: