Carlos Dias é o embaixador da 1ª Corrida Virtual do GRAACC

Carlos Dias é o embaixador da 1ª Corrida Virtual do GRAACC

Valor das inscrições é 100% revertido à entidade

SILVIA HERRERA

30 de outubro de 2020 | 11h21

Em 27 anos de ultramaratonas, Carlos Dias percorreu 148 mil quilômetros. Este ano ele pretendia correr 1.600 km em 34 dias, de São Bernardo do Campo (SP) a Porto Seguro (BA) – mas foi surpreendido pela pandemia do coronavírus. Após a largada em 15 de março, quando chegou a Guaratinguetá foi avisado da pandemia, e voltou para casa . Em casa, desenvolveu um desafio, conseguiu uma esteira  e correu durante 47  horas para  conseguir  doações para o GRAACC, entidade que ajuda há dez anos, que lançou a 1ª Corrida e Caminhada Virtual da entidade, que realizaria a 20ª edição da corrida beneficente em maio, que teve que ser cancelada. “Cem por cento do valor das inscrições é revertido para o GRAACC, que atende crianças e adolescentes com câncer”, conta Carlos, o embaixador da prova, que pode ser realizada até 20 de dezembro.

 

Carlos Dias transforma km em cura

 

“Entre o sonho e sua realização existe um espaço. Esse espaço é a atitude, empatia e protagonismo em querer realizar, manter o foco e entusiasmo e executar cada passo. Na corrida e caminhada em prol do combate ao câncer infantil cada passo conta. Participe da primeira corrida virtual do GRAACC e ajude a transformar km em cura. Na minha carreira percorri 148.000 mil km e sigo aqui incansável pois sou muito fã das crianças do hospital GRAACC e não  vejo motivo para desistir dos meus sonhos, pois tenho elas como uma fonte de inspiração  gigantesca”, conta Carlos Dias, que tem dois recordes brasileiros no currículo: primeiro ultramaratonista brasileiros a correr 9 mil km em cem dias (do Oiapoque ao Chuí – 2008) e primeiro ultramaratonista sul-americano a correr a correr os quatro desertos mais extremos: Gobi, Antártica, Atacama e Saara (2009).

Carlos Dias começou a correr com os amigos, na rua de casa

Carlos conheceu o GRAACC quando realizou um exame prévio à corrida dos desertos e ficou sensibilizado com a magnitude da entidade. Desde então, a cada prova, faz uma doação. O GRAACC foi criado em  1991 para garantir a crianças e adolescentes com câncer todas as chances de cura. Com hospital próprio, tornou-se referência no tratamento e na cura do câncer infanto-juvenil, principalmente em casos de maior complexidade. Possui uma parceria técnica-científica com a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) que possibilita, além de diagnosticar e tratar o câncer infantil, o desenvolvimento do ensino e pesquisa. Em 2019, realizou  35 mil consultas, 1.400 procedimentos cirúrgicos e 22 mil sessões de quimioterapia.

As inscrições já estão abertas e a corrida e caminhada pode ser feita até 20 de dezembro. Há opções de 3k a 42k. Após a inscrição, o participante corre ou caminha utilizando um aplicativo de corrida ou GPS para cronometrar o tempo, como o Strava ou Garmin, comprova a realização do percurso,
enviando foto ou informações pelo aplicativo da 99 Run e recebe o kit escolhido via correio, em qualquer região do Brasil. São três opções de kits de inscrição: medalha (R$ 59,90); medalha e camiseta personalizada (R$ 99,90) ou medalha, camiseta personalizada e caneca (R$ 159,90). As inscrições
podem ser feitas no site: funil.99run.com/99run/graacc

“Vale ressaltar que para cumprir o desafio, os participantes devem manter as regras de distanciamento social e evitar fazer o percurso em locais com possíveis aglomerações. O ideal é correr em esteiras ou locais com pouco fluxo de pessoas, sempre respeitando as regras em vigor contra a Covid-19”, comenta Tammy Allersdorfer, Superintendente de Desenvolvimento Institucional do GRAACC.

Carlos ressalta que é importante cada um respeitar seus limites para garantir saúde e prazer na corrida. “Estamos todos voltando aos poucos às atividades, então, não se cobre tanto. Curta a jornada e vamos transformar quilômetros em cura!”, completa.

DICAS DO CARLOS DIAS

– Respeite seus limites e escolha uma distância que está habituado a fazer ou comece com o percurso mais curto, que seja compatível com sua forma física.
– Escolha um dia específico e faça antes um planejamento e preparação para ter uma agenda comparada ao dia de uma prova presencial.
– Escolha o melhor local para cumprir a prova: parque, rua, esteira etc.
– Na esteira, verifique a temperatura ambiente e se o local é bem arejado, na rua ou parque, escolha um local sem aglomeração e procure horários mais tranquilos.
– Imprescindível utilizar a máscara. Já existem modelos para quem faz atividade física.
– Utilize tênis e meias confortáveis, testados antes do dia da corrida.
– Não esqueça da hidratação no dia anterior, durante e depois da prova. Faça hidratação compatível com a distância e tempo que deseja correr. Marque um circuito, por exemplo, hidratação a cada 1 ou 2kms.
– Não consuma alimentos ou suplementos que não está acostumado, para não ter desconforto no momento da prova.
– Use roupas leves e confortáveis e de cores claras se for correr em parques e ruas.
– Importante! Como a prova é virtual, não esqueça de marcar a corrida, seja por aplicativos ou relógios GPS. Tire prints ou fotos, pois os dados devem ser enviados e comprovados.

Confira abaixo a íntegra da entrevista: https://www.instagram.com/p/CG8xT0nH_or/

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.