Carlos Santalena faz Live com dicas de montanhismo

Carlos Santalena faz Live com dicas de montanhismo

O montanhista faz Live nesta sexta-feira, 29 de janeiro, no novo canal da The North Face

SILVIA HERRERA

25 de janeiro de 2021 | 16h18

Carlos Santalena escolhe seus desafios pela altura, quanto mais alto, melhor. Brincadeira. Aos 24 anos ele se tornou o brasileiro mais jovem a escalar o Everest (8.848m), três anos depois já havia escalado as sete maiores montanhas do mundo. E nesta sexta-feira, dia 29 de janeiro, ao meio dia, ele vai fazer uma Live/treino, com transmissão ao vivo no novo canal de aventuras da The North Face, dentro da plataforma da Mimo Live Sales neste link: https://live.mimo.com.br/home/timeline.

Carlos Santalena foi o sul-americano mais jovem a escalar os sete maiores picos do mundo

Durante a Live, o montanhista dará dicas sobre trekking (confira três abaixo) mostrará detalhes e diferenciais técnicos de roupas e equipamentos e responderá as dúvidas do público que estiver acompanhando a Live. Carlos Santalena foi o sul-americano mais jovem a escalar os sete maiores picos do planeta e o brasileiro que mais vezes chegou ao cume do Everest: já bateu três vezes no topo do mundo. Recentemente, Santalena também guiou a equipe do documentário “Everest Sustentável” apresentado por Mariana Britto que registrou os impactos ambientais no lixo na trilha do Base Camp do Everest. Ela também vai participar da Live.

Mariana Britto é esportista e jornalista

Através de mais esse canal, a The North Face mostrará ao longo do ano experiências outdoor lideradas por atletas brasileiros dos mais diversos segmentos do esporte de aventura, desde a escalada até os esportes de neve. “Nós queremos incentivar as pessoas a se aventurarem pelo Brasil e pelo mundo, por isso estamos trazendo mais uma opção de conteúdo educativo e aspiracional com especialistas, que além de terem muita experiência, também estão cheios de boas histórias para contar.” explica Thais Teisen, coordenadora de Marketing de Conteúdo da The North Face. “As pessoas têm vontade de explorar o mundo, mas precisam de mais informações para começar ou para ir além e é isso que nós queremos proporcionar a elas. Através deste novo canal nós também vamos levar ao nosso cliente uma experiência mais dinâmica com os nossos produtos”, conclui. As lives acontecerão durante todo o ano e serão divulgadas nas redes sociais da The North Face @thenorthfacebr e da Mimo @mimolivesales.

As Lives serão transmitidas pela plataforma de Live Commerce da Mimo Live Sales com tecnologia que permite ampla mobilidade. “Utilizando apenas um celular, conseguimos mostrar as aventuras em vários lugares incríveis, isso tudo ao vivo. Nós vamos engajar o consumidor e ter os produtos da The North Face disponíveis para venda na mesma tela, enquanto os convidados estão vivendo as aventuras reais. Entretenimento, branding e venda em uma única experiência”, conta Monique Lima, CEO da Mimo.

Três dicas de Carlos Santalena:

1ª – O trekking é uma atividade segura e viável de ser praticada até mesmo na pandemia. Primeiro porque é o ar livre. Segundo porque os grupos geralmente são reduzidos e dificilmente você tem o contato físico com outra pessoa, inclusive idealmente é preciso manter uma uma distância segura do companheiro. Além disso, os parques onde existem as trilhas em ambientes de preservação estão com acesso ainda mais controlado.

2ª – Para uma trilha curta, que não necessita mochila, os três itens imprescindíveis são: um calçado com bom solado aderente e com revestimento impermeável, uma calça softshell, mais elástica e confortável para os movimentos, uma blusa de dry fit, com boa ventilação, um anorak (jaqueta impermeável) e um boné.

3ª – O tênis de corrida tem um solado mais liso, sobretudo aqueles que são feitos para o asfalto, e acaba deslizando e derrapando muito durante uma caminhada, aumentando o risco de lesão sobretudo nos membros inferiores. O calçado correto deve ter o cano mais alto pra proteger o seu tornozelo, um solado bastante aderente, geralmente uma borracha que possa dar uma pegada melhor tanto na terra quanto na rocha ou no mato. O principal risco de se usar o tênis de corrida no trekking é de lesão e de ficar preso em algum ambiente selvagem sem ter como sair por conta dessa lesão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.