Carro invade corrida e atinge corredores no AM. Veja como evitar atropelamentos

Carro invade corrida e atinge corredores no AM. Veja como evitar atropelamentos

SILVIA HERRERA

28 de maio de 2019 | 16h00

A prova foi na manhã de 19 de maio em Manaus, durante a 39ª Corrida da Infantaria. Um automóvel desgovernado atingiu dois corredores, que sofreram ferimentos leves e voltaram a correr em seguida. Confira dicas para evitar atropelamentos. #acidentes #dicas #corridaderua #BlogCorridaParaTodos

reprodução de câmera de segurança

A prova manauara é realizada pelo foi organizada pelo 1º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) com produção da To Goal Sports Ventures, que prestou socorro aos corredores. Algumas testemunhas disseram que o motorista tinha sinais de embriaguez.  O carro era alugado por uma empresa de Minas Gerais.

medalha da Corrida da Infantaria

O motorista fugiu sem prestar socorro. Os corredores concluíram a prova e registraram boletim de ocorrência. Eles anotaram a placa. Sempre que leio notícias de atropelamento me dá um arrepio. Eu mesma fui atropelada depois de um treino na Praia de Cabrália, em Porto Seguro. Dia 23 de maio fez 26 anos do acidente, do qual sobrevive por um milagre. Fiquei quase um ano off, submetida a três cirurgias. Como sequela tenho o braço direito alguns centímetros menor do que o esquerdo e outras coisitas mais.

Um senhor dirigindo um Chevette me atingiu no acostamento pelas costas e fugiu sem prestar socorro. Acordei no outro dia, em um local estranho, depois de fazer uma viagem em um túnel de luz… Tudo doía. O raio X do Hospital de Eunápolis, a 70KM da onde eu corri, estava quebrado. Quem me deu uma corona até lá nem sei o nome. Só sei que eu fui atropelada junto a outra moça, chamada Adriana. Ela não apagou, mas também não se lembrava muito de nada. Só dizia que apaguei de rosto pro chão, com uma imensa mancha de sangue ao meu redor. O médico que me atendeu escreveu no encaminhamento: traumatismo craniano, estado confusional, fratura exposta do úmero direito. Ah, colocaram o pedaço do osso que caiu do meu braço dentro da minha mochila…

Estava de férias, corri uns 6k na areia com outro rapaz que estava na excursão. Fugimos da aula de axé… No horário marcado voltamos ao ponto de encontro. Barraca Barramares. Atravessamos a estrada, o ônibus já estava lá para nos buscar. Só que nunca entrei naquele ônibus. A história é longa, dá um livro, e dos bons.

Corrida da Infantaria/ Foto de Divulgação

A Corrida da Infantaria é um evento tradicional em Manaus, que reúne militares e civis. O encontro faz parte das comemorações em alusão ao “Dia da Rainha das Armas”, comemorado no dia 24 de maio. A corrida foi realizada em percurso balizado, com o apoio do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), com limitação do tráfego dos veículos na pista destinada aos participantes.

Como nem na corrida da Infantaria não estamos mais seguros, tenho algumas dicas para compartilhar com você, caro leitor, cara leitora, para que não passe por todo o sofrimento que passei.  E nunca seja atropelado durante, antes ou depois do treino ou corrida de rua.

  1. Não pegue atalhos.
  2. Use camisetas bem chamativas – vermelhas, amarela limão, cítrica. Exagere nas cores. Eu estava de camiseta e shorts preto quando fui atropelada.
  3. Sempre corra no sentido oposto aos carros, para enxergá-los e poder escapar. Fui atropelada pelas costas e não vi nada, estava caminhando no acostamento no sentido da via.
  4. Se for correr na rua, ou local público, não vá de fones. Para sua segurança é importante ouvir tudo ao seu redor.
  5. Use tênis com faixas refletivas, quando a luz do farol do carro bate, você acende. Prefira camisetas e shorts com esses elementos também.
  6. Se for correr à noite, use uma head lamp.
  7. Leve no bolsinho do shorts seu cartão do SUS ou do Seguro Saúde.
  8. Sempre deixe alguém avisado de quanto tempo será o treino e onde vai treinar. Se você for atropelado e perder a consciência,  o celular não vai adiantar de nada. No Strava tem como deixar que os familiares te sigam virtualmente enquanto você treina.
  9. Mesmo em viagens, dê um jeito de fazer amizades para não correr sozinho. Nos aplicativos você consegue encontrar grupos de corredores e descobrir locais de treinos.
  10. Leve um escapulário ou amarre uma fita de Nossa Senhora Aparecida, ou Senhora do Bonfim, ou algo parecido para te proteger nos seus treinos e corridas.

Confira abaixo as imagens do atropelamento na Avenida Coronel Teixeira, no Bairro de Ponta Negra, em Manaus.

Tudo o que sabemos sobre:

corrida de ruadicassegurança

Tendências: