Chris Froome apoia Eliud Kipchoge no desafio de correr 42K em 1h59

Chris Froome apoia Eliud Kipchoge no desafio de correr 42K em 1h59

A um mês da tentativa da quebra do recorde da maratona, Eliud Kipchoge recebe apoio de lendas do esporte

SILVIA HERRERA

13 de setembro de 2019 | 23h15

Começou a contagem regressiva para o desafio INEOS 1:59 marcado para 12 de outubro, em Viena. E nesta sexta-feira 13, o maratonista mais rápido do mundo Eliud Kipchoge ganhou um apoio de peso, em forma de campanha de incentivo – a #NoHumanIsLimited, encabeçada pelo pentacampeão do Tour de France, Chris Froome. #maratona #BlogCorridaParaTodos

Chris Froome ganhou o Tour de France 4 vezes

É da natureza humana ultrapassar fronteiras, continuar aprendendo, desenvolvendo e evoluindo sempre.  Também é da natureza humana impor limites. Alguns dos esportistas mais inspiradores do mundo envolvidas se uniram para contar suas próprias histórias mostrando que nada é impossível para o ser humano. Isso tudo para apoiar o fundista queniano Eliud Kipchoge na concretização do sonho de ser o primeiro homem da História a correr uma maratona (42km) em menos de 2 horas.  Esta é a filosofia compartilhada pelo INEOS, empresa que patrocina a tentativa do record, que reuniu esse grupo de “peso” e lançou a campanha:  No Human is Limited.

Essa frase é o mantra pessoal de Kipchoge, e o objetivo da campanha é incentivar as pessoas de todo o mundo a abraçar essa filosofia e quebrar suas próprias barreiras, praticando esportes ou não, e acreditar que ninguém é limitado. Segundo Sir Jim Ratcliffe, fundador e presidente do INEOS, as  pessoas geralmente têm freios na cabeça e quando elas soltam essas amarras é  notável o que pode acontecer.

Eliud treina há 6 meses do Quênia para o Desafio

Se conseguir essa façanha, Eliud vai entrar para os livros de história. Mas ele quer mais, quer inspirar as pessoas a se superarem.  O No Human is Limited é apoiado por uma equipe de embaixadores de alto nível que revelarão suas próprias histórias inspiradoras nas próximas semanas e, juntamente com Kipchoge, incentivará pessoas de todo o mundo a compartilhar suas próprias histórias do que elas têm a esperança de alcançar.

“Qualquer ser humano pode ir além de seus limites. Nenhum ser humano deve ser limitado em seus pensamentos, no que ele ou ela deveria fazer. Autoconfiança é crucial”, observa Eliud.   “Não gosto de pensar em limitações… acredito que os limites não devem ser estabelecidos no esporte, pois acredito que isso mudaria a mentalidade de muitos esportistas, muito de treinadores e certamente a maneira como as pessoas percebem o esporte”, acrescenta  Chris Froome. E  Sir Ben Ainslie, maior marinheiro olímpico de todos os tempos e vencedor da Copa América, dispara: “Para alcançar seu extraordinário, é preciso coragem, determinação e mente aberta. É incrível o que pode ser alcançado quando você não estabelece limites.” 

Eliud Kipchoge tentará quebrar a barreira das 2h em 12 de outubro

Em 12 de outubro, na capital da Áustria,  Kipchoge treina arduamente há seis meses para redefinir os limites da conquista humana, quebrando a última grande barreira do atletismo moderno – a maratona em menos de duas horas. O queniano de 34 anos já detém o recorde mundial da maratona com um tempo de 2:01:39 estabelecido em Berlim em 2018. Ele é o atual campeão olímpico da maratona, pentacampeão da  Maratona de Londres, tricampeão da Maratona de Berlin Maratona e campeão da Maratona de Chicago. Aliás, ele venceu a Maratona Olímpica da nossa Rio 2016. O Desafio INEOS 1:59 está programado para ocorrer no sábado, 12 de outubro, em The Prater, em Viena, mas há uma janela entre 13 a 20 de outubro, caso as condições climáticas não sejam favoráveis.

Os embaixadores incluem:  Chris Froome,  Sir Ben Ainslie, Abdi Nageeye (maratonista que treina com Eliud), Hermann Maier (esquiador medalha de ouro olímpico ), Elaine Wyllie  (do The Daily Mile).

O primeiro embaixador a compartilhar sua história é o maior piloto do Grand Tour de sua geração, Chris Froome. O piloto do Team INEOS venceu o Tour de France quatro vezes, o Vuelta a Espana duas vezes e o Giro d’Italia uma vez, mas sua carreira quase terminou quando ele se envolveu em um acidente no Criterium du Dauphine em junho deste ano. Froome, que como Kipchoge nasceu no Quênia, está determinado a mostrar que No Human is Limited. Ele se recupera do acidente e já treina para vencer o quinto Tour de France, em 2020. 

Assista à história completa de Chris No Human Is Limited aqui. Quem define os limites, afinal?

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.