Colégio marca os 30 anos da reunificação da Alemanha com desafio virtual de corrida

Colégio marca os 30 anos da reunificação da Alemanha com desafio virtual de corrida

Alunos e colaboradores do Humboldt vão correr 10.247 quilômetros - a distância entre o colégio e Berlim

SILVIA HERRERA

02 de outubro de 2020 | 19h48

Entre  3 de setembro a 3 de outubro, alunos, professores e funcionários do Colégio Humboldt  vão percorrer a distância de 10.247 quilômetros por uma boa causa – marcar a data da reunificação da Alemanha – e para incentivar a atividade física dentro da comunidade escolar.  A quilometragem corresponde à distância entre a instituição, na capital paulista, e o Portão de Brandemburgo, em Berlim.  É o Desafio virtual solidário “(Per)correndo Meio Mundo”. Os  últimos três quilômetros, um grupo de ex-professores e alunos, que estão na Alemanha, irá percorrer o centro de Berlim até chegarem ao Portão de Brandemburgo, que será exibido online pelas mídias sociais do colégio.

Largada aconteceu em 3 de setembro no Colégio Humboldt

A reunificação da Alemanha aconteceu em 3 de outubro de 1990 quando o território da antiga República Democrática da Alemanha (RDA ou Alemanha Oriental) foi incorporado à República Federal da Alemanha (RFA ou Alemanha Ocidental). Para cada quilômetro percorrido foi definido um valor que poderá ser voluntariamente doado por meio da campanha solidária “SOLID-20”, encabeçada pelo Grêmio Estudantil da escola bilíngue paulistana, para auxiliar a “Fundação Julita”, entidade que fica no Jardim São Luís em São Paulo.

A largada foi oficialmente representada pela direção da escola no dia 3 de setembro e postada nas redes sociais da instituição. Thomás Furtado Danelon, do último ano do Ensino Médio,  conta  desde o começo da quarentena sentiu bastante falta da parte esportiva, psicologicamente e fisicamente. “Eu considerei fazer corrida pelo fato de ser ao ar livre e individual, e mais seguro em relação ao coronavírus do que esportes coletivos e em lugar fechado, por exemplo”, explicou. O aluno traçou um trajeto na rua de casa de e dois quilômetros e meio, para que totalizasse 5km de corrida.  “Para mim era uma distância consideravelmente boa e aí vou regulando a quantidade de vezes que eu corro na semana. E foi bacana,  e estou conseguindo fazer entre 10k e 15km por semana”, acrescenta.

Thomás Furtado Danelon está participando do desafio do “(Per)correndo Meio Mundo”

Beatriz Pacheco, do 6º ano,  decidiu  participar não só para ajudar a cumprir o desafio do colégio, mas também porque como estamos em casa no meio da pandemia considerou ser importante praticar algum esporte, nem que seja 10 ou 20 minutos. “Eu corro na minha meu apartamento e vou percorrendo todos os cômodos, corro mais ou menos 10 minutos com a orientação dos professores equivale 1 quilômetro, e ao total eu já corri uns 6 quilômetros, mais ou menos”, avalia. E a Beatriz Amadatsu, da 5ª série, resolveu participar porque estava com muita saudade de fazer esporte com os amigos na escola e mesmo sabendo que iria ser virtual. “Fiquei muito alegre e motivada a participar. Eu participei da casa da minha vó,  corri aproximadamente 35 quilômetros”, destaca.

Os professores de educação física Steffen Ruch e Ronny Möller explicam que os participantes gravam as corridas, enviam para o colégio, que posta nas redes sociais do Colégio. Os vídeos recebidos ao longo do mês serão divulgados para incentivar e motivar todos a participarem”. E a aferição dos quilômetros está sendo feita por eles.  Serão computados apenas os quilômetros corridos, caminhadas não serão consideradas para o cumprimento do percurso. Mantido pela Sociedade Escolar Barão do Rio Branco, o Colégio Humboldt está instalado em uma área de 60 mil metros quadrados e hoje atende a aproximadamente 1.100 alunos, desde o Maternal até o Ensino Médio.

 

Tudo o que sabemos sobre:

desafiocorrida de ruaCorrida Solidária

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: