Contagem regressiva para a Corrida de São Silvestre

Contagem regressiva para a Corrida de São Silvestre

SILVIA HERRERA

24 de dezembro de 2018 | 13h06

Cerca de 30 atletas de elite de nove países, das categorias feminina e masculina, vão disputar a premiação de R$ 92.500,00 do primeiro lugar na 94ª Corrida Internacional de São Silvestre, na manhã do último dia do ano, na capital paulista. E atenção corredores amadores, a retirada de kit mudou de lugar será no Anhembi entre 27 e 30 de dezembro.#SãoSilvestre2018 #corridaderua #BlogCorridaParaTodos

A corrida de rua mais popular do Brasil atrai gente do mundo inteiro, este ano serão 30 mil corredores, grande maioria de amadores, que buscam bater seus recordes pessoais. Os cinco primeiros da categoria geral recebem troféus, logo após a corrida, e não há premiação por faixa etária. Como os organizadores querem banir de vez os corredores ilegais – os que fraudam as inscrições clonando os números de peito e os que simplesmente não pagam a inscrição, haverá um rigoroso controle para a largada. Por isso é bom chegar com antecedência. A largada do pelotão da geral é às 9h. Como vários acessos à Av Paulista estarão fechado prefira ir de metrô ou ônibus.

Vamos aos atletas profissionais.  A 94ª Corrida Internacional de São Silvestre promete ser uma das mais disputadas na categoria Elite. Além do Brasil, serão oito países estrangeiros com representantes, todos com excelentes resultados. Bahrein, Etiópia, Quênia, Uganda, Tanzânia, Argentina, Equador e Bolívia estarão brigando pelo topo do pódio no dia 31 de dezembro, no encerramento do ano esportivo. A prova percorrerá 15 quilômetros por ruas e avenidas de São Paulo, com largada às 8h20. Atenção, 15km não é maratona, consequentemente a São Silvestre não é maratona.

Depois de confirmar o bicampeã Dawitt Admasu e Sintayehu Hailemicheal, vice no ano passado, os organizadores divulgaram outras atrações do exterior, com cerca de 30 corredores de fora.  No masculino, estarão na prova os quenianos, Paul Kipkemboi, campeão da Meia Maratona do Rio de Janeiro 2018, Nicholas Kieter, segundo na Volta Internacional da Pampulha deste ano, e Edwin Rotich, segundo colocado na Meia de Madrid (2017), e o etíope Mosinet Bayih, vice na Maratona de Chicago e campeão da Meia de Buenos Aires, entre outros.

Já no feminino, estarão participando a queniana Esther Kakuri, campeã da Meia do Rio e da Meia Maratona de Buenos Aires, ambas em 2018, e a etíope Birtukan Alemu, campeã da Flushing Meadowns Queens 10K, neste ano nos Estados Unidos, prontas para manter a hegemonia estrangeira no feminino.

Do Brasil estão classificados para a São Silvestre, pelo ranking da Yescom (organizador da prova): Gilmar Ferreira Lopes, Wellington Bezerra da Silva (campeão Dez Milhas da Garoto 2018), Solonei Rocha da Silva (bicampeão da Maratona de SP) e Damião Ancelmo de Souza. E no feminino Andreia Hessel (campeã da Maratona de SP 2018), Joziane da Silva Cardoso (10ª na São Silvestre de 2017), Valdilene dos Santos Silva (15ª na Maratona de Frankfurt 2018) e Adriana Domingos da Silva.  A premiação em dinheiro é do primeiro ao 10º colocado, entre R$ 92.500 a R$ 3.500.

A Expo do Atleta, onde acontece a retirada do kit de participação, não é mais no Ginásio do Ibirapuera. É no Anhembi – Palácio de Convenções do Anhembi (Halls Nobres 2 e 3), na Zona Norte de São Paulo, entre o 27 e 30 de dezembro. O Palácio das Convenções do Anhembi fica na Avenida Olavo Fontoura, 1.209, Santana.

Acessos aos inscritos

A 94ª Corrida de São Silvestre terá um esquema especial de acesso à largada e chegada, visando assegurar maior facilidade aos atletas oficialmente inscritos e informar ao público que pretende acompanhar a Corrida. No período das 5h às 10h serão permitidos apenas atletas com número de peito, com os seguintes acessos: Alameda Santos, Rua São Carlos do Pinhal, Rua Frei Caneca, Alameda Ministro Rocha Azevedo, Rua Peixoto Gomide, Rua Plínio Figueiredo e Alameda Casa Branca.

A dispersão será a partir da Rua Joaquim Eugênio de Lima até a Alameda Itapeva.  Todas as áreas serão restritas a corredores oficialmente inscritos e usuários locais. Não será permitida a presença de acompanhantes ou carrinhos e outros itens que não fazem parte do evento.

Interdições na região da Paulista

26 a 29/12 – Distribuição de grades na Av. Paulista e transversais entre Túnel José Roberto Fanganiello Melhem e R. Frei Caneca e entre R. Professor Otávio Mendes e Av. Brigadeiro Luís Antônio além da R. Luís Coelho, R. São Carlos do Pinhal e Al. Santos nos mesmos trechos;

29/12 – Sábado, a partir das 22h, ocupação de uma faixa e meia da direita da Alameda Campinas entre R. São Carlos do Pinhal e Av. Paulista,  para montagem do Hospital de base;

30/12 – Domingo, às 18h:

1. Interdição da Av. Paulista, sentido Paraíso/Consolação, entre a Rua Teixeira da Silva e Rua Bela Cintra. Será permitido atravessar a Av. Paulista em todos os cruzamentos, com exceção da Al. Campinas;

2. Interdição da Av. Paulista, sentido Consolação/Paraíso, entre a R. Padre. João Manuel e R. Manuel da Nóbrega;

3. Interdição da Al. Campinas entre R. São Carlos do Pinhal e Av. Paulista para conclusão montagem das instalações do posto médico;

4. Interdição da Rua Frei Caneca entre a Rua Luís Coelho e Av. Paulista para montagem das Instalações de largada da prova;

30/12 – Domingo, às 22h:

1. Bloqueio do acesso ao Túnel José Roberto F. Melhem pela Av. Dr. Arnaldo.

2. Serão canalizadas duas faixas da esquerda da Av. Dr. Arnaldo, entre a R. Major Natanael e o Túnel José Roberto F. Melhem, sentido bairro/centro;

31/12 – Segunda,

1. às 4h, será bloqueado o Viaduto Prof. Bernardino Tranchesi desde a R. Itapeva;

2. às 5h, cruzamentos da Av. Paulista serão totalmente bloqueados:

3. às 6h30, será bloqueado o restante do percurso da corrida;

4. às 10h, previsão de liberação das transposições da Av. Paulista pela R. Haddock Lobo e R. Augusta.

5. às 13h, após o término da corrida, a Av. Paulista permanece interditada, entre R. Teixeira da Silva e R. da Consolação, em ambos os sentidos por motivos de segurança e para a montagem do Réveillon. A Av. Brig. Luís Antônio poderá cruzar se não houver comprometimento da segurança.

A programação no dia da corrida começará cedo. A categoria Cadeirante começará às 8h20, ficando o pelotão de elite feminino às 8h40. Logo em seguida, às 9h, será a vez do pelotão de elite masculino e atletas em geral. O percurso passa por alguns dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo, com largada na Avenida Paulista, próximo ao número 2000, e chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, também na Avenida Paulista, 900.

Todo plano viário foi desenvolvido pela CET e órgãos públicos em atendimento às  necessidades técnicas da prova.

 

Tudo o que sabemos sobre:

corrida de ruacorrida de São Silvestre

Tendências: