COROS chega ao Brasil

COROS chega ao Brasil

Eliud Kipchoge treina com o Pace 2, um sportwatch dessa marca dos EUA

SILVIA HERRERA

20 de abril de 2021 | 09h00

Domingo, na maratona realizada no aeroporto holandês, reluzia no pulso de Eliud Kipchoge um sportwatch branco. Aliás, ele se esqueceu de pausar o tempo logo que venceu a prova, só se lembrou quando pegou a bandeira do Quênia. Esse relógio é o COROS Pace 2, que pesa apenas 29 gramas. Digamos que o nome é bem sugestivo. Pace é o ritmo do maratonista, Pace 2 quer dizer que a velocidade média é de 2 minutos por km. E a COROS, marca de wearable fundada em 2018 na Califórnia (EUA), acaba de chegar ao Brasil, via Santo Antônio Comercial, que aposta em um pós-venda de primeira para encantar os consumidores. Além do Pace 2, começam a ser vendidos no e-commerce: APEX, APEX Pro e o topo de linha VERTIX, valores entre R$ 2.499 a R$ 7.999. Os relógios têm dois anos de garantia e centenas de funções.

Coros Pace 2 de Eliud Kipchoge

Eliud Kipchoge  e toda a turma do NN Running estão usando o Pace 2 e são só elogios. A bateria dura 20 dias, sem o GPS, e 30 horas com o GPS. O Vertix tem autonomia maior – 45 dias sem GPS, 150 horas com GPS no modo econômico e 60 horas  com GPS normal. E o sportwatch se comunica com satélites americanos, russos e chineses, o que diminui bastante as zonas “cegas” e eventuais quedas de conexão. Há uma função que mede a altura, em milímetros, de cada passada, identificando eventuais desequilíbrios. E gráfico de treinos, muito bem elaborados.

Como os outros multi-esportivos, os modelos da COROS tem app e se comunicam automaticamente com o Strava. E também com o Training Peaks (plataforma de treinos on-line). Ou seja, você pode receber sua planilha de treinos direto no relógio, que mapeia 23 esportes distintos, inclusive natação.

O Pace 2 tem pulseira de nylon e vários sensores embarcados, como  frequencímetro ótico, giroscópio, altímetro barométrico, timers, termômetro, acelerômetro, oxímetro, bússola e GPS. Esses recursos combinados com algoritmos desenvolvidos pela empresa, permitem o uso dos relógios por um público diversificado, como corredores, nadadores, ciclistas e praticantes de outros esportes ao ar livre como caiaque, stand up paddle, esqui, windsurfe, etc. A ideia da marca é proporcionar uma ferramenta para o usuário explorar a perfeição:  #exploreperfection.

Visor do Coros Pace 2

A COROS firmou contrato de distribuição exclusiva para o Brasil com a Santo Antônio Comercial e Importadora, empresa estabelecida em São Paulo e que já atende o mercado esportivo. “Com a pandemia, houve um aumento expressivo das pessoas que estão treinando ao ar livre e que precisam de sportwatchs, há oportunidade nesse mercado”, conta Walter Stoiani, principal executivo da empresa.

Fernanda Maciel é atleta Coros

Além do maratonista mais rápido do mundo e sua equipe, a COROS já  tem uma embaixatriz no Brasil: Fernanda Maciel. Ela é ultramaratonista de montanha de renome internacional com vitórias importantes em sua carreira no circuito mundial, como campeã da TDS Ultra Trail du Mont Blanc, campeã da Transgrancanaria, campeã da Lavaredo, campeã da Ultra Trail Mont Fuji, e terceira colocada na Marathon des Sables. Ela é também é vice-campeã do circuito mundial de ultra maratonas de montanha (UTWT) e top-5 no campeonato mundial de Sky Running. Fernanda já bateu o recorde mundial de chegada ao cume de altas montanhas como Aconcágua e Kilimanjaro.

Confira os comandos básicos dos relógios da COROS:

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

sportwatchCorosEliud Kipchoge

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.