Corrida da família

Corrida da família

SILVIA HERRERA

19 de dezembro de 2017 | 08h20

Importado dos EUA, o circuito Corrida Insana, uma corrida de rua diferente de todas,  caiu no gosto do brasileiro. O  organizador acaba de confirmar 26 etapas para 2018, 11 a mais que este ano, a partir de fevereiro.#CorridaInsana #corridaderua #família #BlogCorridaParaTodos

A última etapa rolou no fim de semana na Hípica Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, com a participação de 10 mil pessoas. Aliás, a estimativa dos organizadores era atingir a marca de 40 mil pessoas  este ano e  quase dobraram a meta, fecharam o ano com 72 mil pessoas nas 15 etapas.

Participei da última etapa com meu filho de 11 anos e nos divertimos muito. Largamos na bateria das 10h30 do sábado. Os corredores são chamados para a área da largada, onde é feito um alongamento. O peitoral é colado na camiseta,  para evitar que alfinetes perfurem os infláveis. Há pessoas de todas as idades, principalmente famílias. A largada é no primeiro inflável, uma escada que acaba em um tobogã. Depois começa a corrida propriamente dita. Corremos os 5K no bosque da hípica, uma trilha arborizada muito gostosa. Como o foco não é performance, mas sim diversão, há dois atalhos durante o trajeto, para encurtar bem o caminho até os infláveis.

A maioria vai andando mesmo. Nós fomos correndo. Há um posto de hidratação com água gelada no meio do caminho, outro na chegada dos brinquedões e o último na dispersão.

São mais nove infláveis até a chegada, cada um com um desafio diferente. Me senti criança, pulei, me joguei no infláveis, rolei. Adorei.  Para o ano que vem a Corrida Insana ganhará mais dois infláveis e o circuito percorrerá as capitais do nordeste também.  No final tem medalha de participação e frutas. Há também food trucks para àquele lanche reforçado, para quem quiser.

Não há limite de idade. A única exigência é que a pessoa tenha altura mínima de 1,05 metro. As largadas são em ondas com cerca de 170 pessoas cada vez, o que garante segurança e permite que grupos pratiquem a atividade juntos e sem atropelos.

A caravana insana passou por 14 cidades: Goiânia, Belo Horizonte, Blumenau, Ribeirão Preto, Sorocaba, São Paulo (duas vezes), Brasília, Campinas, Rio de Janeiro, Florianópolis, Curitiba, Porto Alegre, Londrina e São José dos Campos. O Circuito Brasil de Corrida Insana tem organização da Insane Inflatable 5K, sediada nos EUA. Estão apoiando o Circuito as lojas Decathlon, Unimed Goiânia, Unimed BH, Uniasselvi, Coleguium – Rede de Ensino e o Rally dos Sertões.

Tudo o que sabemos sobre:

corrida de rua

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.