Corrida de 400 m mais difícil do mundo completa 10 anos

Corrida de 400 m mais difícil do mundo completa 10 anos

Oitocentos atletas encararam a Red Bull 400 na Áustria

SILVIA HERRERA

16 de outubro de 2020 | 15h05

Inédita no Brasil, a Red Bull 400 completa uma década. A etapa de aniversário foi realizada em Bischofshofen, na Áustria, dia 3 de outubro, com a presença de 800 atletas, de 18 países. Um sucesso e tanto, se levando em conta o cenário atual de enfrentamento da pandemia do coronavírus. O diferencial desta prova é o desafio: 400 metros de subida, com uma elevação de 35º , em circuito especial erguido  para a competição. E a corrida pode ser disputada solo ou em revezamento, quatro atletas.

Red Bull 400 realizada na Eslovênia em 2012

Os vencedores deste ano foram os eslovacos Jakub Siarnik (3m 22.84s) e Kristina Nec Lapinová (4m 32.89s). Além disso, outros dados interessantes: o austríaco Rudi Reitberger é quem mais disputou a corrida na história, com 30 participações; o recorde de público ocorreu em Bischofshofen (AUT), no ano de 2018, quando 1.807 pessoas estiveram presentes; as menores margens de diferença, entre homens e mulheres em uma prova. foram de 0.40s e 0.60s, respectivamente; e as maiores são 31s (masculino) e 52s (feminino). Na edição 2020, Eliene Waas representou o Brasil. Finalizou em 7m28 e conquistou a 14ª posição.

Largada da Red Bull 400 edição de 2014 na Áustria/JeanChristophe Dupasquier
RedBullContentPool

5 Curiosidades da Red Bull 400 

Largada: a primeira prova aconteceu na Áustria, em 2011, mais especificamente no Kulm ski flying hill, e reuniu 261 participantes. No ano seguinte, a corrida foi disputada tanto na terra de origem como também na Eslovênia. Na oportunidade, o turco Ahmet Arslan e a austríaca Teresa Stadlober triunfaram. Ele, aliás, é o maior vencedor da história, com 17 vitórias.

Expansão: em 2014, a prova reuniu mais de 1 mil corredores. E, em 2015, pela primeira vez, ganhou uma etapa fora da Europa. Em 19 de julho, Whistler resort, no Canadá, inaugurou o evento na América do Norte. No ano seguinte, foi a vez do Cazaquistão representar a Ásia.

Estrela: em 2018, o jovem norueguês Erik Resell, de apenas 17 anos, se tornou a pessoa mais jovem a conquistar o título de uma etapa até o momento. Ele conseguiu o feito no Trondheim resort, em sua terra natal.

Marcas mágicas: o esloveno Luka Kovacic foi a primeira pessoa a concluir a prova em menos de 5 minutos. No dia 15 de setembro de 2018, ele alcançou a marca de 4m59s no Planica ski flying hill. Mas, no mesmo ano, na Suíça, foram obtidos os recordes do Red Bull 400. Em Einsiedeln, o austríaco Jakob Mayer completou o circuito em 2m48s, enquanto a suíça Judith Wyder fechou em 3m39s, tornando-os recordistas nas categorias masculina e feminina, respectivamente.

Game: gosta de jogar? Experimente a sensação de participar da corrida de velocidade mais dura do planeta neste game especial: https://www.redbull400game.com/

CAMPEÕES DAS DEZ EDIÇÕES

ANO/ NOME/NACIONALIDADE/TEMPO

Masculino/solo

2020 Jakub Siarnik/SK 3m 22.84s
2019 Jakob Mayr/AUT 3m 19s
2018 Erik Resell/NOR 3m 13.60s
2017 Anton Palzer/GER 3m 8.90s
2016 Tomas Celko/SVK 3m 17.30s
2015 Ahmet Arslan/TUR 3m 17.90s
2014 Ahmet Arslan/TUR 4m 57.10s
2013 Ahmet Arslan/TUR 4m 57.50s
2012 Piotr Lobodzinski/POL 5m 16.05s
2011 Ahmet Arslan/TUR 5m 4.58s

Feminino/solo

2020 Kristina Néč Lapinova/SK 4m 32.89s
2019 Andrea Mayr/AUT 3m 52s
2018 Andrea Mayr/AUT 3m 56.10s
2017 Andrea Mayr/AUT 3m 47.90s
2016 Andrea Mayr/AUT 3m 52.50s
2015 Lenka Svabikova/CZE 4m 32.70s
2014 Andrea Mayr/AUT 5m 37.10s
2013 Andrea Mayr/AUT 5m 34.10s
2012 Margit Eglseder/AUT 6m 23.50s
2011 Antonella Confortola/ITA 6m 7.24s

Tudo o que sabemos sobre:

Red Bull 400

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.