Documentário de ultramaratonista brasileiro ganha o mundo

Documentário de ultramaratonista brasileiro ganha o mundo

Sidney Togumi relata a participação no Tor des Géants (prova de 330K nos alpes italianos)

SILVIA HERRERA

03 de outubro de 2019 | 15h45

O ultramaratonista e especialista em treinamento desportivo Sidney Togumi foi o primeiro brasileiro a concluir o Tor des Géants, na Itália. A prova trail de 330K e cerca de 30 mil metros de ascensão positiva acontece na Itália, em um percurso que inclui a região do Valle d’Aosta, nos Alpes, e o Parque Regional de Mont Avic. Dessa aventura nasceu o documentário “Togumi – Tor des Géants”. #ultramaratona #blogcorridaparatodos

“Não é só uma prova. É uma maneira nova de encarar a vida, é uma lição que você aprende e leva para todas as suas áreas – pessoal e profissional. Solidão, cansaço, alucinação, dificuldades extremas estão o tempo todo pelo caminho. Tanto quanto o preparo físico, é preciso ter muito controle mental”, diz Togumi, referência como treinador e atleta de trail running e ultra trail. O documentário,  com direção de Bob Lucas, acaba de ser selecionado para o Milano Montagne Awards, evento que compõe o Milano Montagna Week, em Milão, na Itália, com exibição prevista entre os dias 14 a 20 de outubro de 2019. Estamos na torcida!! 

ENTENDA O TOR DES GÉANTS – O percurso atravessa o Valle d’Aosta, onde os corredores cruzam 34 municípios, 25 montanhas com mais de 2.000 metros, 30 lagos alpinos e dois parques naturais. A altitude mínima é de 300 metros e a maior é de 3.300 metros. O ganho total da elevação é de cerca de 30.000 metros. A distância de 330K deve ser concluída em menos de 150 horas. Devido à diferença entre o ponto mais alto e o ponto mais baixo, o clima pode ser um obstáculo adicional. Enquanto fazem a travessia, os competidores podem encontrar sol, chuva, vento e até neve. Em razão de tudo isso, muitos atletas não completam a prova – a taxa de conclusão é de 60%. Togumi completou o Tor Des Géants 2018 em 140:32:31. 

QUEM É SIDNEY TOGUMI – Ele sempre teve forte ligação com o esporte. Na infância praticou basebol, judô, natação. Formou-se em educação física, conheceu o triathlon e depois a corrida de aventura, quando a modalidade chegou ao Brasil. No trail running se tornou um especialista e uma referência.

 Entre suas atuais funções estão: Head coach da UPFITRAI, membro do comitê da ITRA (International Trail Running Association, órgão que rege o trail running mundial) e do ITRA National Representative (interlocutor entre a entidade e a comunidade trail no país – entidades federativas, organizadores, atletas); Head coach trail Brazil Team (técnico principal da seleção brasileira de trail nos campeonatos mundiais realizados em Portugal 2016 e Itália 2017; Team Leader nos mundiais da Espanha 2018 e Portugal 2019); Responsável pela área de Trail Running da CBAt (Conferederação Brasileira de Atletismo); Colunista da revista GoOutside; apresentador da “Live10”, todas as quintas-feiras, 21h, pelo Instagram. Como atleta, suas conquistas passam por: Tor Des Géants 330K, Itália (2016/ 2018); PTL 240K, França (2015); UTMB 170K, França (2012/ 2014); La Mision Race 160K, Argentina (cinco vezes); The North Face Endurance 80K, Chicle (2012); Patagonia Run 100K, Argentina (2010/ 2012); e IRONMAN Brasil (oito vezes)

 O documentário, que teve patrocínio da Saved By Spot e Sigvaris, já foi aclamado por aqui, em sua primeira exibição na 9ª edição do Festival Rocky Spirit, em agosto, em São Paulo, selecionado entre 183 filmes e escolhido pela Runner’s World Brasil para fazer parte do evento. E agora está disponível também no canal do atleta no YouTube. Prepare a pipoca e clique abaixo, são 14 minutos e 25 segundos:

 

Tudo o que sabemos sobre:

UltramaratonaSidney Togumidocumentário

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.