Domingo tem aulão virtual gratuito com Ivaldo Bertazzo

Domingo tem aulão virtual gratuito com Ivaldo Bertazzo

Mestre vai ensinar exercícios do seu método que ativam elasticidade e força. Veja como participar.

SILVIA HERRERA

30 de setembro de 2020 | 10h45

O mestre Ivaldo Bertazzo, referência internacional em movimento, vai realizar neste domingo, 4 de outubro, às 17 horas, aulão de 1h20 gratuito, com transmissão ao vivo no YouTube. Para ter acesso à Live, basta fazer cadastro online, separar os materiais e organizar o espaço. Você vai precisar de uma parede livre, dois livros de 4cm de altura, um tapete antiderrapante, um lençol de casal, duas cadeiras ou bancos (da mesma altura), dois panos de limpeza, um bastão de madeira 1,70m (ou cabo de vassoura), um garrafão de água de 5 litros, àqueles de alcinha com metade da água; e três travesseiros (ou duas almofadas altas).  E vista uma roupa bem confortável.

Ivaldo Bertazzo tem mais de 40 anos de experiência

“Neste de domingo nós vamos organizar bastante a sua força e elasticidade.  Só força gera encurtamento; e só alongamento,  falta de força. Então vamos casar tudo isso. Mais respiração, que acontece simultaneamente”, explica o mestre, que acrescenta que “o exercício para um atleta deve ser feito com paciência e densidade lenta, para que depois ele tenha bons arranques e manutenção na corrida, sem dor”.

Devido a pandemia, Ivaldo suspendeu as aulas na sua escola na capital paulista desde março. Elas estão acontecendo de segunda a quinta, em quatro horários diferentes em plataforma virtual, com transmissão profissional direto da escola. Estou fazendo desde março e, além do ganho físico, o método melhora a concentração e diminui a ansiedade. Quando você faz a matrícula ganha um kit com vários materiais que vai utilizar durante a aula, como bastões de madeira, tapete antiderrapante e elásticos. Aliás, o próprio professor foi uma das vítimas da Covid-19. Como teve sintomas brandos, continuou às aulas direto de sua casa e se recuperou rapidamente.

Ivaldo trabalha com biomecânica e dança desde os anos 1970, na educação do corpo e na transformação do gesto como manifestação da própria individualidade. Viajou o mundo incorporando movimentos e a cultura gestual de diversos lugares ao seu trabalho até criar, em 1976, a Escola Ivaldo Bertazzo e o Método Bertazzo de Reeducação do Movimento. Hoje, atua com o público e profissionais das áreas de saúde, educação, arte e do esporte..

Nas aulas do Método Ivaldo Bertazzo, o aluno começa a descobrir como funciona sua biomecânica

Ele destaca que o grande segredo para um esportista, principalmente da corrida, é que músculos agonistas e antagonistas trabalhem juntos. Ou seja, não adianta só alongar os músculos posteriores – os corredores têm esse hábito. “Tem que haver uma tonicidade dos músculos anteriores e posteriores na perna para esse alongamento permanecer. Um grupo muscular controla o outro. Ou seja, os flexores, que estão à frente da perna controlam para que os extensores não contraiam tanto, gerando tanto encurtamento. Outra questão é que nunca se trabalha somente as pernas. O encadeamento dos braços na preparação de um atleta de corrida é fundamental. Nossos braços são nadadores, você já foi um peixe dentro da barriga de sua mãe. Agora, ao correr, os braços têm uma função vital”, ensina.

SERVIÇO

Aulão Ivaldo Bertazzo
Dia 4/10 – 17h
Inscrição gratuita: https://rede.metodobertazzo.com/aula-ao-vivo-cadastro/

 

Tudo o que sabemos sobre:

Ivaldo Bertazzoevento gratuito

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.