Encerradas as inscrições para a Corrida de São Silvestre

Encerradas as inscrições para a Corrida de São Silvestre

SILVIA HERRERA

28 de novembro de 2018 | 16h58

Esgotaram-se nesta quarta-feira, 28 de novembro, as 30 mil inscrições para a corrida de rua mais popular do Brasil. Local de entrega do kit de participação será divulgado na sexta-feira, dia 30 de novembro. #São Silvestre #CorridaDeRua #BlogCorridaParaTodos

A programação no última dia do ano começará cedo. O pelotão de elite feminino terá sua largada às 8h40. Logo em seguida, às 9h, será a vez do pelotão de elite masculino e atletas em geral. O percurso passa por alguns dos principais pontos turísticos da cidade de São Paulo, com largada na Avenida Paulista, próximo ao número 2.000, e chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero, também na Avenida Paulista, 900.

Quem pretende realmente correr rápido deve se programar para chegar duas horas antes, para garantir seu lugar na frente. Seria interessante a São Silvestre inovar e introduzir a largada por ondas – definidas pelo ritmo de corrida, com checagem de peitoral, com os participantes entrando na via pelas ruas laterais, como acontece na Meia Maratona feminina da Nike em São Francisco. Assim, evitaria a fraude e a largada fluiria de forma mais organizada. Esta é a 94ª edição da prova, além da mais popular corrida de rua do Brasil, poderia ser a mais moderna em infra-estrutura e organização. Fica aqui minha humilde sugestão. Quem vai curtir a prova para ter o prazer de terminar o ano correndo, nem que seja no trote – pode chegar meia hora antes e largar na muvuca, que também é legal.

A infraestrutura do evento é dimensionada para o número oficial de inscritos, cerca de 30 mil, não contemplando serviços a atletas sem inscrição (“pipocas”). Serão sete postos de água, um a mais que no ano passado, com volume para atender somente aos inscritos. Como consta em regulamento, não haverá serviços extras e hidratação excedente para atletas sem inscrição.  Segundo organizadores de provas de corrida, os pipocas representam 30% dos inscritos – em uma prova de 30 mil pessoas isso significa um aumento de 9 mil pessoas – número extra superior a maioria das corridas de ruas brasileiras, e que se transforma – na prática – em um pesadelo. Há dois anos chegou a faltar água na São Silvestre por conta dos corredores não inscritos, fora os que clonam o peitoral.

O Comitê Organizador pede gentilmente que atletas sem inscrição não compareçam, pois não há como dimensionar os serviços e o consumo excessivo pode gerar a falta de serviços e hidratação para os inscritos. E destaca que essas dinâmicas estão sendo implantadas para melhor atender aos atletas inscritos oficialmente.  Aliás, a Comissão destaca que a inscrição é pessoal e intransferível, não havendo possibilidade de transferência para outro atleta.  Quem não se lembra do caso do idoso que venceu em sua categoria, mas na verdade quem havia corrido era um jovem com seu peitoral…. As ocorrências de fraudes apuradas em 2017 já estão sendo tratadas nas esferas civil e criminal.

Acessos: das 5h às 10h serão permitidos apenas atletas com número de peito, com os seguintes acessos: Alameda Santos, Rua São Carlos do Pinhal, Rua Frei Caneca, Alameda Ministro Rocha Azevedo, Rua Peixoto Gomide, Rua Plínio Figueiredo e Alameda Casa Branca. A dispersão será a partir da Rua Joaquim Eugênio de Lima até a Alameda Itapeva.  Todas as áreas serão restritas a corredores oficialmente inscritos e usuários locais. Não será permitida a presença de acompanhantes ou carrinhos e outros itens que não fazem parte do evento.

A 94ª Corrida Internacional de São Silvestre é uma propriedade da Fundação Cásper Líbero/FCL, realização do site Gazeta Esportiva, com transmissão exclusiva TV Gazeta e da TV Globo. Apoio especial do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura da Cidade de São Paulo. A supervisão técnica é da CBAt, FPA e AIMS e a organização técnica  da Yescom.

Tudo o que sabemos sobre:

corrida de São Silvestrecorrida de rua

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.