Estreante vence a Meia Maratona do Rio

Estreante vence a Meia Maratona do Rio

SILVIA HERRERA

22 de junho de 2019 | 13h38

Nancy Jesang, do Quênia, de 20 anos, estreou com vitória os 21k no Rio de Janeiro. No masculino a vitória brasileira escapou nos últimos 200 metros, quando Gilmar Silvestre Lopes teve um mal estar e foi ultrapassado pelo queniano Stanley Koech, que venceu por 5 segundos. #MeiaMaratona #Corridaderua #BlogCorridaParaTodos

Nancy Jesang, campeã da Meia Maratona do Rio

A queniana era só sorrisos na chegada da Meia Maratona Olympikus na manhã deste sábado, 22 de junho. “Esta prova marca minha primeira vez em praticamente tudo. Primeira no Brasil, primeira meia maratona e primeira vitória na meia maratona”, destacou. Para ela o mais difícil, além da distância, foi o calor. Nancy é patrocinada pela Fila e sua primeira vitória foi no ano passado, numa 10K na China.

Rejane Ester chegou em segundo

Na meia carioca, Nancy dominou desde o começo chegando quase dois minutos antes da segunda colocada, a fluminense de Teresópolis Rejane Ester, de 34 anos, da equipe Elite Runners, especializada nesta distância. No ano passado, a 1,5km da chegada uma câimbra fez com que ela chegasse em terceiro lugar. “Este ano  vim com tudo para melhorar minha classificação e consegui”, festejou.

Gilmar Silvestre Lopes, vice campeão – Foto Silvia Herrera

Melhor brasileiro na Maratona do Rio em 2018, o fundista mineiro Gilmar, 30 anos, optou pela meia este ano e dominou a prova do começo ao fim. No entanto era o dia de sorte do queniano. “A 200m da linha de chegada tive uma ânsia muito forte, foi quando ele me passou e não consegui retomar a liderança”, explica Gilmar, que era da elite do Cruzeiro. Atualmente sem patrocinador, não foi atleta convidado e teve que custear sua vinda, gastando R$ 800 do bolso. O prêmio do primeiro lugar era R$ 5 mil  e do segundo,  R$ 3 mil. Na Maratona, que será realizada amanhã, o primeiro lugar leva R$ 20 mil e o segundo, R$ 10 mil.  Gilmar gostou bastante do novo trajeto e a adorou correr com  Museu do Amanhã de cenário.

Pódio Masculino Meia Maratona do Rio 2019 – Foto Silvia Herrera

Já Stanley, atleta Fila, estava feliz da vida com a vitória de última hora. “O Brasil me dá sorte, tudo foi favorável”, afirmou. Perguntando sobre a razão de não ter buscado a liderança durante a meia, ele disse que não quis se machucar e só deu seu melhor no Sprint  final. Ele cruzou a linha de chegada com o tempo de 01:04:38 seguido por Gilmar (01:04:43). Mesmo com o nome trajeto, teoricamente mais rápido, não houve quebra de recorde.

Chegada masculina da Meia MaratonaRio2019 – foto GilvanSilva-DizzMedia

Além da aprovação do percurso outra unanimidade entre os atletas de elite foi o tênis edição especial da Maratona do Rio. Todos me perguntaram se ganhariam um de presente na premiação. Aliás, na Área Vip apenas a elite não estava calçando o modelo da Olympikus que foi um sucesso de vendas e esgotou ontem na retirada dos kit.

Maria da Conceição veio de Macapá correr – foto Silvia Herrera

Mas quem fez a festa mesmo foram os corredores amadores, como Maria da Conceição Branco dos Santos Oliveira que veio de Macapá com uma turma bem grande. “Corro desde os 14 anos, tenho 54, e há quatro anos comecei a treinar para maratonas. Hoje corri a meia, e amanhã vou correr minha nona maratona”, explicou. Ela vai participar do Desafio Cidade Maravilhosa, correndo essas duas provas. “Tenho o maior orgulho de revelar minha idade, curto todas as fases de uma maneira muito saudável. Corrida é benéfica para tudo”, destacou a corredora.

aratonaRio2019 – foto Guito Moreto-DizzMedia

Outro que foi picado pelo bichinho da corrida foi o ator Bruno Gagliasso, que correu a meia no ano passado e repetiu a dose este ano, a convite do patrocinador. “Descobri o que gosto de fazer, encontrei na corrida uma comunidade bacana e agora estou viajando bastante para correr”, contou.

 

Narbal e sua filha Lívia na Maratoninha Gloob

Completando o sábado do maior festival de corridas da América Latina, a Maratoninha Gloob trouxe a criançada para correr junto com seus pais. E uma participação muito especial emocionou a todos os presentes. Narbal Fernandes, embaixador da prova, correu junto com a filha Alícia, que é autista, trazendo a conscientização junto com o esporte. “Foi tudo lindo, ela ficou um pouco agitada no início, mas depois correu e emocionou a todos. Foi muito gratificante participar desta grande festa. Agradeço em nome da minha família e em nome de todos os pais que lutam pela conscientização do Autismo”, agradeceu Narbal. O show de Lan Lanh embalou o público no Aterro do Flamengo e encerrou as atividades deste sábado no Aterro do Flamengo

A Maratona do Rio larga neste domingo, 23 de junho, às 5h30 do Aterro do Flamengo. Haverá também 5 e 10K, com largada no mesmo ponto mais tarde as 8h. Boa prova a todos.

Pódio Feminino

Pódio feminino Meia Maratona do Rio 2019 – Foto Silvia Herrera

1ª Nancy Jesang (1:15:40)

2ª Rejane Ester (1:17:25)

3ª Marcela Cristina (1:17:47)

4ª Amanda de Oliveira (1:18:46)

5ª Francielle da Silva (1:19:23)

 

Pódio Masculino

1º Stanley Koech (1:04:38)

2º Gilmar Silvestre Lopes (1:04:43)

3º Robson Pereira (1:06:28)

4º Wellington Bezerra (1:06:48)

5º Glenison Gilbert de Carvalho (1:07:06)

 

O novo percurso largando do Leblon, sem a subida do Vidigal, foi elogiado pela maioria dos atletas e corredores.

 

Tudo o que sabemos sobre:

meia maratonaMeia Maratona do Rio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.