Fabricante adapta tênis de corrida Alphafly para ser usado na Olimpíada

Fabricante adapta tênis de corrida Alphafly para ser usado na Olimpíada

Nike acaba de lança coleção para as olimpíadas e entre os calçados está o Air Zoom Alphafly NEXT%, agora seguindo as regras da federação internacional.

SILVIA HERRERA

05 de fevereiro de 2020 | 19h51

Se a China ergueu um hospital em dez dias, adaptar um tênis às novas regras da World Athletics a toque de caixa deve ser mole. A Federação Internacional de Atletismo publicou as novas regras para os calçados esportivos no dia 31 de janeiro. E nesta quarta-feira, 5 de fevereiro, a Nike lança mundialmente sua coleção completa para os atletas e delegações patrocinados pela marca competirem na Olimpíada de Tóquio, que inclui o modelo Nike Air Zoom Alphafly NEXT%, que segundo a marca, foi modificado para atender as novas regras. #alphafly #nike #olimpíada

Nike Air Zoom Alphafly NEXT%

Segundo a assessoria de imprensa da marca, o protótipo do Alphafly usado por Eliud Kipchoge nunca mais será usado. E o tênis que chegará às lojas neste primeiro semestre – ele tem que chegar até abril para obedecer a janela da federação – tem apenas uma placa de carbono e é menor; o anterior era feita com um sanduíche de três placas de carbono. O modelo vai ser lançando também no Brasil, mas só poderá ser adquirido pelos membros do Nike Plus. A data será divulgada em breve.

solado do Nike Air Zoom Alphafly NEXT%

A Nike também lançou novas coleções feitas de materiais sustentáveis, para todos os atletas. A emergência climática continua causando impacto na competição e nos treinos. Nesse cenário, as inovações sustentáveis representam o compromisso da marca em ajudar a proteger o futuro do planeta – e consequentemente do esporte. Entre os destaques estão o uniforme para pódio com design mais sustentável da história do Team USA, tênis feitos majoritariamente de resíduos reciclados e peças casuais que abraçam a ideia de um futuro com zero emissões de carbono.

Coleção Nike para Tóquio 2020

“A Nike enxerga no grande palco do esporte mundial uma oportunidade para mostrar ao planeta o que é possível conquistar”, diz o presidente e CEO da NIKE Inc., John Donahoe. “Afinal de contas, o que está em jogo não são apenas recordes, mas o próprio futuro do esporte. Em Tóquio, vamos ajudar os melhores do mundo a atingir novos níveis de desempenho, graças a nossas plataformas revolucionárias. Ao mesmo tempo, vamos apresentar soluções reais para as barreiras enfrentadas por todos os atletas diante de condições climáticas que mudam rapidamente”.

Voltando a maratona em menos de duas horas, feito de Eliud Kipchoge calçando um Alphafly, Tony Bignell, Vice-Presidente de Inovação para calçados na Nike, argumenta que “correr 1,6 quilômetro em quatro minutos ou uma maratona em duas horas são indicadores do progresso de um corredor”. “Barreiras como essas desafiam os limites da capacidade humana – e, quando são superadas (como no caso de Eliud), a crença coletiva sobre as possibilidades humanas muda. Embora o Vaporfly e o NEXT% tenham começado a ser projetados pensando em maratonas, os resultados obtidos com esses modelos nos desafiam a repensar o design de tênis em geral.” 

detalhe da sola – Nike Air Zoom Alphafly NEXT%

A plataforma NEXT% é a mais nova expressão da ambição da Nike: criar calçados que ofereçam benefícios mensuráveis para o desempenho dos atletas. O NEXT% estabelece uma conexão mais eficiente entre o corpo e a tecnologia. Isso permite que os atletas ultrapassem limites pessoais e até – conforme provaram alguns atletas da Nike – batam recordes. É o que há de mais avançado em ciência esportiva e design focado em desempenho.

NOVIDADES:

  • Coleção para pódio do Team USA – Em Tóquio, os medalhistas americanos subirão ao pódio vestindo a jaqueta Windrunner, agora feita de poliéster 100% reciclado. A calça tem nylon 100% reciclado, com detalhes de borracha Nike Grind também reciclada. O sneaker Nike Air VaporMax 2020 é feito  a partir de sobras recicladas do processo de manufatura, e tem uma parte superior costurada com alta precisão, que reduz ao mínimo os resíduos resultantes do processo.
  • Nike Air Zoom Alphafly NEXT% – Quando Eliud Kipchoge terminou uma maratona em menos de duas horas em Viena, em outubro de 2019, ele tinha nos pés um protótipo do Nike Air Zoom Alphafly NEXT%. O mais novo tênis de corrida da Nike estreia oficialmente em julho de 2020, com duas novas unidades Nike Air Zoom, mais espuma, placa renovada de fibra de carbono e parte superior ultraventilada. Somadas, essas características significam amortecimento aprimorado e economia na corrida.
  • Nike Air Zoom BB NEXT%: O novo Air Zoom BB Next% da Nike Basketball foi criado para ser leve e responsivo, favorecendo a eficiência do jogador. Com um novo sistema de unidades Nike Air Zoom, espuma Nike React exposta e uma fina placa posicionada acima da espuma, este tênis oferece aos jogadores força, baixo peso, proteção otimizada contra impacto e retorno superior de energia.
  • Uniformes Nike SB para skate: Os Jogos deste ano serão a primeira edição a ter o skate como modalidade olímpica – e a Nike vai apresentar uniformes na vanguarda do design sustentável. Os representantes do Team USA, da França e do Brasil vão competir em uniformes feitos de poliéster 100% reciclado, com eficiência de padrões para minimizar a geração de resíduos. O estilo vivo e ousado das peças é resultado de uma colaboração entre a Nike e o artista holandês Parra, e homenageia as particularidades da cultura esportiva de cada país.
  • Space Hippie: Além do desenvolvimento de produtos com foco em performance, a Nike vai lançar, ainda no primeiro semestre, uma coleção cápsula de tênis que redefine as possibilidades do design sustentável. Os modelos Space Hippie são feitos a partir de resíduos que sobram no chão da fábrica – o que as equipes de design da Nike chamam de “space junk”, ou lixo espacial. Esses restos são reaproveitados e se transformam numa expressão radical do design circular. Cada detalhe da coleção-cápsula Nike Space Hippie – desde os materiais escolhidos às embalagens, passando pelos métodos de produção – considerou o impacto ambiental. O resultado são tênis com a menor pegada de carbono da história da Nike.

 

Tudo o que sabemos sobre:

NikeNike AlphaFlyOlimpíada

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.