Falhas marcam a 7ª edição da UpHill Marathon

Falhas marcam a 7ª edição da UpHill Marathon

Erro na entrega das medalhas e demora para retirada no guarda-volume desagradou participantes

SILVIA HERRERA

03 de setembro de 2019 | 22h47

A Serra do Rio do Rastro (SC) mostrou suas garras no sábado, 31 de agosto. Depois da ensolarada prova do ano passado, agora o cenário foi o oposto: neblina, frio e chuva. Para piorar, os corredores mais lentos – a grande maioria – recebeu a medalha de participação errada. Ao cruzar a linha de chegada dos 42Km receberam a medalha do Challenge (25km). E na hora de pegar as roupas no guarda-volumes foi outra maratona… #UpHillMarathon #Mizuno #BlogCorridaParaTodos

Os primeiros colocados, como Marcelo Rocha, não tiveram nenhum problema. Ele fez a Mizuno Uphill Marathon pela quinta vez. Venceu as edições de 2015 e 2016; em 2017 estava lesionado e chegou em 10º, e no ano passado foi o vice-campeão. Este ano Marcelo foi com mais 20 alunos e chegou em terceiro, com o tempo de 3:05:42. “Fiz minha melhor UpHill, não caminhei em nenhum momento”, destacou o atleta, que mora em Adamantina. Como o tempo virou, o pessoal que completou a prova depois das 4h30 sofreu bastante, pegando chuva e frio. Marcelo participou da Batalha Samurai, que é correr a maratona de manhã e a 25K – subindo a serra de novo – à tarde. Chegou em sexto. Ele explica que o pessoal da organização se esforçou muito no término da maratona para dar conta do recado, mas não conseguiram 100%. E na prova da tarde,  a situação já estava resolvida.

 

Gabriel Picarelli

Vamos aos vencedores. Na maratona venceu o treinador gaúcho, da Roxinhos Assessoria – Gabriel Picarelli – com o tempo de 3:02:03, seguido por José Eraldo  (3:02:44), que lutava pelo tri. No feminino deu uma atleta do São Paulo, estreante da UpHill – Giovanna Costa Martins (3:41:26). E na Samurai Battle deu outro gaúcho: Vinícius Bernardon da Silva, de Passo Fundo (RS), que completou os 67 quilômetros  com tempo de 5:27:39.

Giovanna Costa Martins

O excesso de corredores este ano, foi a primeira vez que a prova recebeu 3.100 participantes, pode ter sido o estopim do problema Quando a maioria chegou em peso, houve a falha na entrega das medalhas e a  lotação na área do guarda-volumes, que pode ter causado a demora. O que ficou claro é que o guarda-volumes precisa ser mais eficiente, e a entrega de medalhas também. Confira as medalhas abaixo –  o que muda é só o nome da corrida. Sugiro, para os próximos anos, fazer de cores diferentes.

confusão no guarda-volumes

A organizadora da prova, a empresa X3M, reconhece os erros e pede desculpas a todos os participantes. Consultada, a marca esportiva Mizuno, patrocinadora da prova desde a primeira edição, respondeu via assessoria de imprensa, que “não responde por absolutamente nenhuma questão estrutural ou da organização da UpHill”.

Medalha dos 25K – Challenge

 

Medalha da Maratona

Os maratonistas que receberam a medalha trocada vão receber a certa por correio.  E as inscrições para o sorteio da edição de 2020 já estão abertas no site do patrocinador. Os maratonistas que tiveram as medalhas trocadas receberem mensagem da organização garantindo a inscrição sem ter que participar do sorteio.

Segue abaixo a íntegra da resposta da X3M enviada ao blog:

“A edição de 2019 da Uphill Marathon foi a maior de todas em número de participantes. Porém, nem tudo correu conforme esperado. São sete anos de sucesso na Uphill que falam pela nossa capacidade de executar a prova. 

Nossa preocupação sempre foi e sempre será o melhor atendimento aos participantes e a todos envolvidos. Tiramos aprendizados de cada edição, como ocorreu nesta. As reclamações apontadas pelos participantes são analisadas criteriosamente, e estamos dando atenção especial para alguns casos pontuais. 

O caso das medalhas já foi identificado e todos os participantes que concluíram a prova de 42K dentro do tempo limite as receberão no endereço informado em sua inscrição. O envio será feito em até 30 dias após a realização da prova (tempo necessário para produção das novas medalhas e o processo de envio). 

Todos os participantes que precisavam de atendimento médico foram atendidos. Não tivemos nenhum caso grave apontado em nosso posto médico que tenha requerido remoção hospitalar. Vale ressaltar que a Uphill é uma prova dura e com condições climáticas também desafiadoras que pelo seu nível de dificuldade, a cada ano, milhares de atletas topam encarar o desafio.

As pré-inscrições para as provas de 2020 estão abertas e já temos cerca de 1.000 participantes, que conhecem nossa prova e sabem da excelência da X3M em realizar a Uphill Marathon. A X3M não se exime de suas responsabilidades e entende que tudo é aprendizado para melhorar as provas para os anos seguintes. Já recebemos muitas mensagens de apoio e temos certeza de que 2020 será uma história especial.”

 

Tudo o que sabemos sobre:

MizunoMizuno UpHill Marathonmaratona

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.