Ivaldo Bertazzo vai dar aula virtual gratuita para corredores

Ivaldo Bertazzo vai dar aula virtual gratuita para corredores

Aprenda dicas preciosas para nunca mais se lesionar

SILVIA HERRERA

14 de novembro de 2020 | 12h53

Adoro quando chega a Black Friday e surgem oportunidades como esta. O mestre do movimento Ivaldo Bertazzo vai dar uma aula virtual gratuita com dicas bacanas para corredores, com movimentos para prevenir lesões durante a corrida, que trabalham na energia, no tônus global e na consciência corporal. É no domingo, 22 de novembro, às 17h. Ele já me escalou para ser aluna/modelo. Para participar do último aulão do ano, basta se cadastrar,  arrastar os móveis da sala e se conectar. Além disso, haverá desconto de 20% para quem quiser se inscrever no curso.

Ivaldo Bertazzo começou como estudante de ballet em 1968

Como melhor posicionar os pés, o encaixe do quadril, a posição do joelho, a respiração, os ombros, tudo isso influencia na biomecânica da corrida. E Ivaldo vai dar uma geral nessa aula, dicas simples que fazem uma baita diferença no dia a dia do corredor. Indicada para todas as idades e para todos os níveis técnicos. Prepare-se para fazer uma aula diferente de tudo que você já fez.

Ivaldo ingressou na dança nos idos 1968, fez diversos cursos de fisioterapia no exterior e em 1976 abriu sua escola, onde desenvolveu o método que leva seu nome, que está registrado em três livros. “A cultura do mercado do corpo, com as primeiras academias surgiram em 1974. Hoje é tudo mais moderno e melhor”, conta Ivaldo. Ele é muito conhecido por seu projeto Cidadão Dançante e Samwaad, em parceria com o Sesc. Clique aqui para conferir. Em suas viagens pelo Oriente pesquisou a fundo o movimento, e como nosso corpo reage aos mais diversos estímulos. Por que surgem o culote, flacidez e a celulite, como inverter esse processo através do movimentos que despertem o tônus. Ele estuda tudo isso e mais um pouco, e seus alunos são brindados com pérolas de sabedoria em cada uma das aulas. O movimento é a paixão do mestre Ivaldo Bertazzo.

Ivaldo Bertazzo e Silvia Herrera em uma aula online em julho

Em março, a escola parou e rapidamente Ivaldo se adaptou à nova realidade, migrando as aulas para a versão online, no início no zoom e atualmente via plataforma Hotmart. “Quando o mundo parou pensei, o que vou fazer com minha escola? Um prédio de três andares. Mas sempre sonhei em dar aulas online, pois o movimento é tridimensional e o aluno vê exatamente o que é para fazer. E como é ao vivo, tem essa energia”, conta Ivaldo.

São aulas tem 1h15 de duração, acontecem ao vivo, de segunda a quinta, às 19h com transmissão profissional . E os alunos, de todas as partes do mundo e todo o Brasil, enviam as dúvidas pelo Telegram, que são respondidas na hora por Ivaldo.  Depois desse horários as aulas ficam disponíveis de segunda a quinta. Me matriculei no plano semestral no final de julho, depois do um  aulão gratuito. Pago R$ 397 por mês e estou amando, nunca aprendi tanto e não sinto mais nenhuma dor das minhas lesões anteriores. Acredito que quando chegar a vacina estarei melhor do que nunca para correr por aí sem medo de ser feliz. O método dele é diferente de tudo que já fiz. Nenhuma aula é igual a outra, são encadeadas. O aluno recebe um kit em casa com dezenas de ferramentas que são usados nas aulas, desde bexiga a bloco de EVA e bastões de madeira (confira no vídeo abaixo).

No meio do caminho Ivaldo, que tem 71 anos, corpinho de 51 e cabeça de 25,  se contaminou com a Covid-19. Pegou uma forma mais branda e continuou a dar aulas, só que da casa dele. E com certeza sua saúde de ferro dele ajudou muito na recuperação. Foi uma experiência muito louca fazer essas aulas. Bom, vamos voltar ao que interessa. Para se inscrever na aula gratuita, de qualquer lugar do mundo, e ter uma experiência singular, basta acessar este link: https://rede.metodobertazzo.com/aula-ao-vivo-cadastro/ Ah, as aulas vão continuar 24/7 no fim de ano, direito de algum lugar do oriente, ele embarca dia 22/12.

Confira entrevista com Ivaldo Bertazzo, onde mostro o kit e muito mais: https://www.instagram.com/p/CHePAfdH9mr/

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.