Justino Pedro da Silva é bicampeão da Maratona do Rio

Justino Pedro da Silva é bicampeão da Maratona do Rio

No feminino venceu a etíope Kebebush Mariam, que estabeleceu a novo recorde da prova

SILVIA HERRERA

19 de junho de 2022 | 13h29

Debaixo de chuva, Justino Pedro da Silva sagrou-se bicampeão da Maratona do Rio, na manhã deste domingo, 19 de junho, cruzando a linha de chegada em frente à Marina da Glória, com o tempo de 02:16:02 (extra oficial). Na última edição, em 2021, ele venceu com quebra de recorde. No feminino deu a equipe da Nova Flor, com a etíope Kebebush Mariam (02:34:33), quebrando o recorde da prova.

Os corredores amadores compareceram em peso nas três distâncias realizadas no Aterro do Flamengo – 42K, 10K e 5K. A Adidas, como faz com frequência nas maratonas internacionais as quais patrocina, presenteou todos os atletas da elite com calçado e vestimenta esportiva. Boa parte deles usou o presente na premiação.

Mariam ficou muito feliz com o resultado. “Foi meu recado pessoal e se não fosse a chuva teria sido ainda melhor”, declarou a campeã.

Mariam fez o recorde pessoal na Maratona do Rio e também o recorde da prova

Como os leitores sempre querem saber qual o tênis usado pelos campeões fomos conferir. Justino correu este ano calçando Nike Alphafly:  “Fiquei bem feliz com o presente da Adidas, sonhava ter um modelo desses, mas resolvi usar o tênis que estou acostumado. Mas com certeza a próxima maratona farei com ele, que será a de Frankfurt (Alemanha) no segundo semestre. Ganhei um Adizero Pro 2, que é de placa também.” Já a equipe da Nova Flor foi de Olympikus, Corre Grafeno nos pés de todos os membros do time da Etiópia.

“Os adversários eram bem fortes, incluse um campeão da São Silvestre entre eles, mas eu estava bem treinado e fiz o que tinha planejado. Assumi a liderança logo no início e fui revezando com meu companheiro de equipe de Petrolina (PE), que me passou no km 35, mas no final consegui vencer. Eu vim para ganhar a prova e estou muito feliz com o resultado, são muitas as dificuldades por qual eu passei para chegar até aqui, mas graças a Deus venho me superando”, afirmou Justino.

No Troféu Brasil, que será realizado esta semana no Rio, Justino vai competir nos 5 mil e 10 mil metros rasos. Na sequência vai passar uma temporada na Europa e dia 1º de outubro se mudará para o Quênia, para evoluir no esporte. Mesmo sendo bicampeão da Maratona do Rio, principal maratona brasileira, ele segue sem nenhum tipo de patrocínio.

Zé Roberto estreou nas corridas de rua

Entre os amadores tivemos um estreante especial nos 10k, o ex-jogador Zé Roberto. “Adorei a experiência e fiz em 45 minutos”, contou logo após completar a corrida.

DICA – E para os leitores, Justino deixa dicas para encarar provas em dia de chuva: “Vá sempre de boné. Hoje começou sem chuva e depois veio uma chuva forte, o boné protege. E sempre leve uma camiseta extra e uma blusa na mochila, para trocar de roupa assim que acabar a prova.”

Esteira na Casa Maratona chegava na velocidade na qual Danielzinho quebrou o recorde sul-americano

PONTOS NEGATIVOS E POSITIVOS – Conversando com os corredores, ouvi algumas reclamações sobre a demora na retirada dos kits, alguns chegaram a esperar até 1h30 no balcão. Perguntamos para a assessoria de impresa da prova que explicou que houve um problema pontual no sistema. Outra queixa recorrente foi no funil na dispersão na chegada, que acabou atravandando a passagem para se direcionar à entrega das medalhas. E o principal ponto positivo apontado foi a ativação da Adidas, com a esteira para você correr até chegar no pace do Danielzinho. Aliás, o campeão da Meia Maratona foi conferir a prova hoje, e foi muito simpático com centenas de fãs que o rodearam em busca de uma selfie.

A Maratona do Rio 2022 contou com Patrocínio Master das marcas Michelob Ultra, Claro, Raízen e Cosan, Águas do Rio e da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte do Rio. A marca esportiva oficial é a Adidas, o hidratador oficial Gatorade e patrocínio da NewOn – Grupo Prevent Senior. O evento conta ainda com o apoio de Estácio IDOMED, Polar, Metrô Rio e Prefeitura do Rio e a coparticipação do SESC RJ. Os parceiros de mídia são Rádio MIX FM, Band News, Eletromidia, 29horas, Itabus Publicidade, Kallas Mídia OOH. O parceiro oficial é YoPro, marca proteica de bebidas lácteas e iogurte da Danone e Mil Geradores. Maratona do Rio é uma produção da Spiridon e da Dream Factory. Silvia Herrera viajou a convite da Adidas.

Campeões

Feminino

1. Kebebush Mariam  (Etiópia – Nova Flor) – 02:34:33

2. Yadeni Alemayehu Weltej (Etiópia – Nova Flor) – 02:37:56

3. Rejane Ester Bispo da Silva – 02:47:16

4. Mirella Saturnino de Andrade (Marinha) – 02:59:12

5. Viviane Amorim (Luasa)- 03:06:08

Masculino

  1. Justino Pedro da Silva – 02:16:02

  2. Edson Amaro Arruda dos Santos – 02:16:14

  3. Tilahum Abebaw Neguse (Etiópia – Nova Flor) – 02:16:27

  4. Eliezer de Jesus Santos – 02:22:42

  5. Fabrício Gomes Santos – 02:23:47

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.