Maratona de Tóquio está cancelada para amadores

Por conta da confirmação de caso de coronavírus na capital do Japão, a organização resolveu anunciar o cancelamento para todos os amadores. A prova será realizadas apenas para fundistas da elite e cadeirantes da elite.

SILVIA HERRERA

17 de fevereiro de 2020 | 19h02

No próximo 1º de março em vez de quase 40 mil corredores amadores, a Maratona de Tóquio vai receber apenas algumas dezenas de atletas da elite. A organização da prova anunciou nesta segunda-feira, 17 de fevereiro, o cancelamento da prova para amadores. “Como foi confirmado caso de coronavírus em Tóquio não podemos continuar com o evento, na forma que foi lançado”, diz comunicado da Tokyo Marathon Foundation, organizador da maratona. #maratonadetoquio #maratona #coronavirus

Maratona de Tóquio 2017

Todos os corredores amadores inscritos estão automaticamente confirmados para a prova de 2021. Os valores das inscrições de 2020, como prevê o regulamento, não será reembolsado. E quem comprou a camiseta alusiva do ano, vai recebê-la pelo correio. Todas as informações sobre a Maratona de Tóquio 2021 serão divulgadas em 1º de abril. A expo do evento, assim como todas as corridas que seriam realizadas na véspera: Tokyo Marathon Family Run 2020, Tokyo Marathon Friendship Run 2020 e Tokyo Marathon 1MILES 2020 – estão canceladas.  Assim como também está cancelada para os amadores a 10km, que larga junto com a maratona no domingo.

A Maratona de Tóquio é uma das seis que compõem o Circuito de Maratonas Majors. Esta seria a 14 edição da corrida. Agora é aguardar se os corredores da elite, já confirmados, vão mesmo ir. A maioria é da Etiópia. Trinta e sete mil e quinhentas pessoas estavam inscritas na maratona (42km) e mais 500 nos 10km. A largada está marcada para às 9h10 (horário local) do dia 1º de março, em frente ao Tokyo Metropolitan Government Building. A Fuji Television Network vai trasnmitir.

Tudo o que sabemos sobre:

coronavírusmaratonaMaratona de Tóquio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: