Maratona do Rio abre pré-cadastro

Maratona do Rio abre pré-cadastro

Evento esportivo está previsto para outubro

SILVIA HERRERA

01 de julho de 2021 | 12h58

Neste cenário incerto, com média de mortes diárias por Covid-19 na casa de 2 mil no Brasil, a situação está bem complicada para o segmento das corridas de rua. Nesta quinta-feira, 1º de julho, a Spiridon Eventos, responsável por colocar de pé a Maratona do Rio desde 2003, e transformá-la em uma das provas mais desejadas do calendário brasileiro, por conta de sua excelência e percurso, divulgou que ela vai acontecer sim, mas de forma híbrida. E começa hoje o pré-cadastro para quem quer correr presencialmente. Assim que a prefeitura carioca autorizar o evento, as inscrições serão aberta para esse pessoal e para quem se inscreveu já no ano passado, pois as vagas serão limitadas.  Como não se trata de uma maratona pura, a prova contempla: 21k, 1ok, 5k, 63k e a 42k – está prevista para acontecer entre 8 e 12 de outubro.

Maratona do Rio 2021 exige pré-cadastro

Cancelada no ano passado por razões óbvias, e transferida de junho (é sempre realizada no feriado de Corpus Christi) para outubro, tem chances de ser realizada, caso não faltem vacinas nos braços dos brasileiros.  A organização está otimista por conta da nova antecipação do calendário de vacinação da Prefeitura do Rio, porém a realização está sujeita à confirmação oficial da organização, que está atenta à evolução da situação da pandemia no país.

Para garantir a segurança de todos, a Maratona do Rio está preparando uma retomada consciente e com um protocolo robusto elaborado a partir de referências, regras e regulamentos publicados pelo Ministério da Saúde, Secretaria Municipal da Saúde do Rio de Janeiro e Organização Mundial da Saúde (OMS). Os atletas, que ainda não se sentirem confortáveis para participarem da corrida realizada no Rio, terão a opção de competir a prova virtual pelo aplicativo Running Heroes.

Sinceramente, se houvesse um regulamento federal seria muito mais transparente para todo mundo e mais prático de se planejar, mas como foi implantado o caos, piora mais ainda a sensação de incerteza. É louvável a atuação da ABRACEO, que tem se mobilizado na criação de protocolos para retomada, elaborado junto a médicos e cientistas, prefeituras e estados, com insights de órgãos internacionais. Em outubro de 2020 realizaram uma verificação de protocolo, com muito sucesso, aqui em São Paulo; e devem realizar a segunda em agosto em Santa Catarina, que seria em junho, mas a pandemia avançou na véspera e tiveram que transferir de última hora. É muito claro para todo mundo, que o atendimento “VIP” dado à Copa América, com testagem em massa paga pelos cofres públicos, funciona. Mas por que só para a Copa América há testes gratuitos e não há para a Maratona do Rio, por exemplo? Outro ponto, já há aumento expressivo de casos entre os torcedores da Eurocopa, que viajaram entre os países para torcer por suas seleções. Talvez por conta da variante delta. Ou seja, há ainda mais uma onda que pode bater por aqui e embolar mais ainda o meio de campo.

A organização da Maratona do Rio afirma que  está desenvolvendo, junto aos órgãos competentes, uma série de protocolos específicos para cada momento da jornada do corredor – inscrição, entrega de kits, largada, percurso e arenas -, para que os corredores se sintam seguros em participar e celebrar esse momento tão esperado. A organização divulgará essas medidas na íntegra junto com a abertura de inscrições. Data que ainda não está definida. O que abriram nesta quinta-feira foi um  pré-cadastro no site do evento para os atletas que desejarem ter prioridade na compra – o que não garante a vaga para participar do festival. Os atletas que se inscreveram para correr no ano passado e que, devido à pandemia transferiram para este ano, não precisam realizar o pré-cadastro e receberão um voucher para confirmar sua participação posteriormente. Enquanto aguardam mais informações sobre o evento físico, os corredores já podem se preparar para a Maratona do Rio realizando os desafios virtuais disponibilizados gratuitamente no aplicativo Running Heroes.

Não divulgaram quantas pessoas poderão participar de cada uma das provas. Os testes de protocolos acontecem com entre 200 e 400 corredores. As corridas no exterior são com no máximo 30% dos participantes usuais, todos com testes negativos, aferição de temperaturas e só com moradores do local. Vamos aguardar o protocolo desta corrida.

“Com o calendário de vacinação da Prefeitura do Rio sendo antecipado de forma recorrente e, no momento, previsto para vacinar toda a população adulta até final de agosto, estamos confiantes que em outubro será possível fazer a prova física. Mas para nós a saúde sempre virá em primeiro lugar e, por isso, estamos acompanhando de perto a situação da pandemia no país e elaborando um rigoroso protocolo de segurança. Esperamos poder confirmar a realização da nossa querida prova em breve e queremos que todos estejam preparados quando esse dia chegar” , explica João Traven, diretor de produções da Maratona do Rio. Aliás, Traven é maratonista e CEO da Spiridion. O sonho dele é transformar a Maratona do Rio em uma das Majors, quero estar viva para ver isso se concretizar. É a minha prova preferida.

A Maratona do Rio 2021 conta com Patrocínio Master das marcas Cosan, Claro e Ortobom. A marca esportiva oficial é a Olympikus e a prova tem o patrocínio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte do Rio através da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude. Os apoiadores são a Rede Windsor de Hotéis, Universidade Estácio e Prefeitura do Rio.

Clique aqui para se pré-cadastrar na Maratona do Rio

Tudo o que sabemos sobre:

Maratona do Rio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.