Mizuno Uphill Marathon tem recorde quebrado

Mizuno Uphill Marathon tem recorde quebrado

SILVIA HERRERA

02 Setembro 2018 | 14h33

Com condições climáticas desfavoráveis, José Eraldo de Lima foi o campeão masculino nos 42K com o tempo de 3h00m56, baixando em 7min seu próprio recorde. Também houve bicampeonato no Desafio Samurai (42k+25k) com Fernando Beserra da Silva. #maratona #uphill #samurai #blogcorridaparatodos

“Só tenho a agradecer por mais essa vitória, nesse evento maravilhoso”, declarou o campeão da maratona, que é patrocinado pela Mizuno. Em segundo lugar cruzou a linha de chegada Marcelo Rocha, o campeão da primeira edição.

Para defender o bicampeonato do Desafio Samurai, Beserra superou todos os seus limites, como Lima também estava nessa prova ele tinha que tirar 12 minutos de diferença na segunda etapa, na corrida da tarde. E conseguiu. “Estou muito feliz com o resultado”, disse Beserra, que é coletor de resíduos em São Paulo e um corredor amador de alto nível.

A maratona começou com chuva. E faltando 5km para a chegada, na Serra do Rio do Rastro, o frio e rajadas de ventos castigaram os corredores.  “Por conta desse cenário optei correr o final de uma forma conservadora para não sofrer nenhuma distensão muscular. E deu certo”, conta Beserra. Ele cita que outro grande desafio foi exatamente tirar a diferença de 12mim do principal rival, que já havia quebrado o recorde da maratona.

“A tarde não foi diferente, muita gente sentiu. Pois na subida da serra, estava muito frio. Mas a ventania já tinha dado uma trégua. Novamente venci a serra. E consegui me tornar mais uma vez, um samurai”, festejou o bicampeão do Desafio Samurai.

No feminino, Dione D’Agostini subiu ao lugar mais alto do pódio nos 42K com o tempo de 3h39m46s. A disputa foi acirrada com Letícia Saltori e Conceição Piauí – atleta apoiada pela Mizuno -, que se revezaram na liderança durante o percurso. Mas Dione acabou abrindo vantagem e chegou quase sete minutos à frente da segunda colocada. Leticia levou a melhor no Desafio Samurai.

Nesta 6ª edição da prova, sete mil pessoas se inscreveram para o sorteio daa 1.500 vagas. As inscrições para 2019 estão abertas, serão disponibilizadas 10 mil pré-inscrições para participar do sorteio das 1.500 vagas.

“A 6ª edição da Mizuno Uphill, na Serra do Rio do Rastro (SC), foi uma prova sensacional e de alta performance. A cada ano os atletas vêm mais preparados, o que proporciona quebra de recorde como a que tivemos agora, transformando a Mizuno Uphill em um grande acontecimento do esporte”, disse Eduardo Oliveira, gerente de marketing esportivo da Mizuno.

Pódio

42K
Masculino
1º – José Eraldo de Lima – 3h00m56s (novo recorde)
2º – Marcelo Rocha – 3h06m29s
3º – Ricardo Sobuski – 3h08m28s
Feminino
1º – Dione D’Agostini – 3h39m46s
2º – Letícia Saltori – 3h46m29s
3º – Conceição Piauí – 3h48m03s

25K
Masculino
1º – Rodrigo Correa – 2h03m37
2º – Waldenor Pereira – 2h06m55s
3º – Renato Belegante – 2h09m12s
Feminino
1º – Ana Rita Dornelles – 2h34m30s
2º – Fernanda Stähelin – 2h40m35s
3º – Letícia Saltori – 2h42m21s

Desafio Samurai
Masculino
1º – Fernando Beserra da Silva – 42K (3h12m59s) e 25K (2h16m15s). Total: 5h29m14s
2º – Gabriel Picarelli – 42K (3h09m58s) e 25K (2h28m29s). Total: 5h38m27s
3º – César Gonçalves Moura – 42K (3h19m20s) e 25K (2h19m01s). Total: 5h44m37s
Feminino
1º – Letícia Sartori – 42K (3h46m29s) e 25K (2h42m21s). Total: 6h28m50s

Mais conteúdo sobre:

maratona