Muita emoção na etapa de Salvador do Circuito da Longevidade

Muita emoção na etapa de Salvador do Circuito da Longevidade

SILVIA HERRERA

05 de julho de 2019 | 08h00

Tradicional circuito de corrida de rua de 6k reuniu a elite brasileira e a galera da melhor idade. No feminino deu a fundista de Santa Catarina Simone Ferraz, atleta confirmada para representar o Brasil nos Jogos Pan-americanos no Peru; e no masculino venceu o fundista mineiro Gilmar Lopes, que foi o melhor brasileiro na Meia Maratona do Rio. #corridaderua #BlogCorridaParaTodos

Quatro mil pessoas, entre amadores e profissionais,  lotaram na manhã de domingo (30/6), um dos principais pontos da capital Baiana, a Praça de Piatã, com provas de corrida e caminhada. Esse é o oitavo ano consecutivo que os baianos recebem mais uma temporada 2018/19 do Circuito da Longevidade, patrocinado pelo Grupo Bradesco Seguros. Com esta iniciativa, a Bradesco Seguros registra mais de R$ 3,5 milhões repassados a entidades desde que o Circuito da Longevidade foi criado, em 2007.

Simone foi a grande campeã da prova feminina dos 6k, com o tempo de 20’55’’.  “Para se destacar é necessário se dedicar exclusivamente à modalidade do atletismo. O desafio é nunca desistir, já que ainda é baixa a visibilidade para o esporte individual”, enfatiza Simone.

Já entre os homens, Gilmar subiu no lugar mais alto do pódio, com o tempo de 17’44”. Os atletas Bradesco Seguros também conseguiram posições de destaque na etapa baiana: Adriana Cristina Luz ficou em quinto lugar, com o tempo de 22’05’’; e na prova masculina, Damião Ancelmo de Souza e Leandro Prates terminaram a prova em terceiro e quarto lugares, respectivamente, marcando 18’00’’ e 18’10’’.

Muitos corredores de rua marcaram presença no Circuito da Longevidade e, após a corrida, saiu o grupo da caminhada, com participantes vindos de diversas cidades do Brasil. Durante o evento, foram oferecidos teste da pisada, avaliação física, massagem e bicicletário. Por meio de um equipamento de última geração, os interessados tiveram acesso a uma série de dados sobre sua condição física e receberam orientações de profissionais especializados para potencializar o treino e ganhar mais qualidade de vida.

Os mais longevos da corrida e da caminhada receberam troféus e homenagens no palco. Ivan Silveira, de 85 anos, foi o participante mais longevo da etapa de Salvador.

 Lucio Diniz  está quase batendo a marca de 800 corridas pelo Brasil. Só pela Bradesco Seguros, o atleta já correu mais de 90 vezes. Este mineiro, de 76 anos – que começou a correr após se aposentar, aos 55 – bancava do próprio bolso para correr em cidades como Ribeirão Preto até tornar-se, há 10 anos, um dos personagens mais populares do Circuito da Longevidade.

Esporte com responsabilidade social

Toda a renda obtida com as inscrições é destinada a uma entidade de cunho assistencial indicada pela Prefeitura da cidade. A ação se repete em todas as cidades por onde o Circuito da Longevidade é realizado. Desde que foi criado, mais de R$ 3,5 milhões já foram distribuídos.

A próxima edição do evento já tem data marcada, 15 de setembro, na Cidade Maravilhosa (RJ) e as inscrições poderão ser feitas em breve, pelo site www.vivaalongevidade.com.br. Criado em 2007, o projeto incentiva a pratica da atividade física a partir de corridas (6km) e caminhadas (3km), na prova diferentes gerações se encontram em busca dos mesmos objetivos: saúde e convívio social por meio do esporte. A expectativa é reunir mais de 40 mil pessoas nesta temporada.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: