No meio da calçada havia uma cilada

SILVIA HERRERA

29 de março de 2016 | 09h41

Calçamentos largos e bem cuidados são uma raridade nas vias públicas.  Pensando em reverter este quadro de tropeços dando acessibilidade a todos, o grupo Corrida Amiga realiza a segunda edição da campanha Calçada Cilada. Veja como participar.

Silvia Stuchi Cruz

Como está a calçada que você usa para correr ou caminhar? No meu trajeto elas sãos estreitas e esburacadas, uma verdadeira corrida de obstáculos e prefiro, quando não há automóveis, correr pela rua mesmo.

Para mapear o tamanho do problema, a Corrida Amiga criou canais com o poder público: um aplicativo – Cidadera, gratuito, e a plataforma Cidadera – para que pedestres e corredores mandem as fotos das calçadas.  “Temos que trazer à consciência da sociedade civil o transtorno quanto à dificuldade de mobilidade”, destaca Mila Guedes ­ (Milalá, São Paulo).

Além dos registros, o grupo está estudando a legislação e motivando o debate na Comissão Técnica de Mobilidade a pé e Acessibilidade da ANTP. Para 1º de abril está marcado um debate sobre as várias perspectivas da “Calçada Cilada”com o pessoal da Cidade Ativa, FIAM-FAAM e Portal Mobilize. No fim de semana (2 e 3 de abril) vão ser realizadas várias caminhadas no Brasil, sete na capital paulista (confira horários e pontos de encontro no Facebook do Corrida Amiga )e para o dia 10 de abril  está previsto o Dia das Boas Ações, com a ação Boca no Trombone -, encaminhando as denúncias de #calçadaCilada 2016 aos órgãos responsáveis, pressionando em SAC,mídias sociais, páginas/ comunidades das prefeituras.

No ano passado, foram denunciadas irregularidades em 291 calçada em 41 municípios de 16 Estados. Todas as denúncias foram encaminhadas para as prefeituras para tomarem providências. Três prefeitos se interessaram no mecanismo do aplicativo e entraram em contato com a Corrida Amiga.  “Estamos lutando por cidades acessíveis, onde possamos ir e vir livremente”, explica o Corrida Amiga.

 

A campanha desde ano está baseada juridicamente na lei de Inclusão (13.146, de 6 de julho de 2015). “Temos que começar a chamar atenção para o problema da caminhabilidade e da falta de acessibilidade no Rio de Janeiro”, conta Thatiana Murillo ­ (do grupo Caminha Rio).

Tudo o que sabemos sobre:

Calçada CiladaCorrida Cilada

Tendências: