Novo circuito de corrida VIP em paraísos brasileiros

Novo circuito de corrida VIP em paraísos brasileiros

SILVIA HERRERA

15 de maio de 2019 | 19h34

A Olympikus acaba de anunciar que fará três corridas inesquecíveis no segundo semestre e para poucas pessoas. A primeira será em 7 de julho no Jalapão (TO), para 200 corredores. É o Circuito Bota Pra Correr, os destinos das outras duas provas serão revelados em breve. #corrida #trailrun #meiramaratona #BlogCorridaParaTodos

São dois trajetos em terra batida, um de 10K e outro de 21K, com largada simultânea às 8h da sede do Parque Estadual do Jalapão, que fica em Mateiros, a cerca de seis horas de 4×4 de Palmas. A viagem é longa mas vale a pena.  Prepare-se para se render aos encantos do cerrado. Conheço bem a região. Vale tirar uns dias e aproveitar para dar uma passeada por lá. O parque é gigante. Mas atenção há poucas pousadas em Mateiros. Uma opção é acampar, tem um camping de luxo lá, você não precisa levar nada – Korubo Safari Camp, com pacotes all incluse com vários passeios por lá, é tudo longe um destino do outro.

Ah, leve uma escovinha de unha, a terra vermelha cola e só sai das unhas com a escovinha. Leve uma bucha também, mais boné, garrafinha de água, protetor solar, biquíni, uma câmera fotográfica, xampu, condicionador e sabonete biodegradáveis, o ecossistema é muito sensível. Sim, faz um calor do cão. Média de 30 graus, mesmo em julho. E o nome Jalapão é uma homenagem à jalapa, uma  planta típica da região.

Jalapa – Divulgação Secretaria de Turismo do Tocantins

Quem ajudou no desenvolvimento dos trajetos e é a responsável técnica da prova é a fera ex-atleta de corrida de aventura Shubi Guimarães. Detalhe importante, ela garante que não será corrida de aventura. “A largada será na base do parque e, ao longo do percurso por estradas de terra batida, os corredores poderão apreciar a Serra do Espírito Santo, além de morros, serras e chapadões típicos do local. Será uma corrida com cenário outdoor, mas com percurso similar a uma corrida de rua. Certamente será desafiador e inesquecível para todos”, explica.

A largada será na sede do parque e vai contar com uma senhora infra, banheiros, médicos, ambulância e até helicóptero. Tudo pronto para garantir um resgate eficiente, caso haja algum acidente. Também haverá hidratação e o percurso é super bem sinalizado, para ninguém se perder. O staff da prova será composto por moradores do Tocantins, como forma de gerar valor à economia local e prestigiar a força de trabalho.

As inscrições abriram nesta quarta-feira, 15 de maio,  para os moradores do Jalapão e amanhã abrem para todos os interessando. A prova é vip e mesmo com preço levado (R$ 250), tanto para a meia maratona (21K) como a 10K, acredito que as inscrições devem evaporar rapidamente.  Há também o kit com traslado ida e volta para Palmas, pelo dobro do valor.

A Olympikus explica, via assessoria de imprensa, que as 200 vagas serão distribuídas entre os dois trajetos, conforme a demanda. E a quantidade é limitada para oferecer a melhor experiência possível, já que muitas corridas de rua não conseguem dar 100% de estrutura para seus participantes. A marca quer que o evento seja inesquecível para esse grupo seleto de corredores. Mais. Haverá uma série de ativações e serviços, que ainda são surpresa, que tem tudo para impressionar os participantes.

Fervedouro, Mateiros/Divulgação Tocantins

“Entendemos que há um território ainda não explorado aqui no Brasil para provas icônicas e desejadas por corredores daqui e do exterior. O mercado já está saturado das opções hoje existentes. Nesse contexto, identificamos uma oportunidade legítima de uma marca brasileira construir um circuito inédito no país, levando as pessoas para correrem em novos lugares, conhecerem novas histórias”, conta Márcio Callage, diretor de marketing da Vulcabras Azaleia.

Numa conta rápida, cada corredor paulista vai ter que desembolsar no mínimo R$ 2 mil para embarcar nessa aventura no Jalapão, contabilizando voo e pousada. Por isso é melhor reservar mais dias e levar a família toda para curtir. Vale muito a pena conhecer o quilombo (comunidade dos Munbucas), onde fazem o artesanato de capim doado, aproveitar o pôr-do-sol da duna, tomar um banho na cachoeira da Velhas e no Fervedouro (nascente de rio). Tenho lembranças ótimas deste lugar. As inscrições são no site com o nome do circuito.

Não será a primeira vez que uma corrida é realizada no Jalapão, a localidade faz parte do circuito de corridas de montanha, com provas de 42K, mas sem essa infraestrutura toda. E também corridas de aventura, como a memorável Brasil Wild Extreme, com 479 km, realizada há dez anos, que contou com 500 participantes, com 45 equipes.

Serviço: Bota pra Correr Olympikus – Etapa Jalapão

Quando: 7 de julho de 2019

Local da largada: às 8h, no Parque Estadual do Jalapão

Distâncias: 10 km e 21 km

Valor da inscrição: R$ 250 (inscrição + kit exclusivo da marca) ou R$ 500 (inclui traslado ida e volta de Palmas para o local da prova)

Número de participantes: 200

 

Tudo o que sabemos sobre:

trail runCircuito Bota Pra Correr

Tendências: