Quarentena: francês corre 42km dentro de casa e italiano, 21km

Quarentena: francês corre 42km dentro de casa e italiano, 21km

Corredores amadores dão exemplo e correm dentro de casa.

SILVIA HERRERA

25 de março de 2020 | 18h09

Força de vontade é tudo nessa vida. Corredor é um bicho a ser estudado mesmo. Já que o mundo está em quarentena para combater o coronavírus e é uma minoria que tem esteira em casa, um garçom francês deu 3 mil voltas na varanda do apartamento com 7 metros de comprimento para correr uma maratona (42km) em um tempo que o desclassificaria em um corrida real: 6h48. Mas que é um tempo sensacional nessas condições. No país vizinho, na Itália, outro corredor amador concluiu uma meia maratona em 3h50, com linha de chegada e entrega de medalha, com ajuda de familiares.

Corredor amador francês completou uma maratona na sacada do apê

Confesso que quando meu filho estava com 5 anos, e não podia deixá-lo sozinho em casa para treinar, corria 40 minutos entre os quartos, que dá esses mesmos 7 metros, mas não cheguei a marcar a quilometragem, e sei que é necessário muita disciplina. Tem que ter uma baita força de vontade e disciplina. Prefiro pular corda, ou sambar ouvindo bateria de escola de samba – o que tenho feito nesses dias. Mais funcionais que aprendi com o fisio.

Elisha Nochomovitz, de 32 anos, é daquele tipo de corredor de rua “viciado”. Ele trabalha em um restaurante na cidade de Balma (França) e como não pode correr na rua, resolveu fazer o que dá para fazer: correr na varanda do apartamento onde ele mora. Quem ajudou foi a namorada dele, com hidratação e alimentação, a base de chocolates. Ele estava treinado para a Maratona de Barcelona, que seria 15 de março.  Para isso é preciso treinar forte no mínimo seis meses e não tem como estocar o treino, e por isso ele resolveu cumprir sua meta – 42km. E fez o desafio da sacada no dia 17 de março. Por conta do trajeto minúsculo o pace teve que ser bem lento, mas quem liga. Meta cumprida! Ele correu em homenagem às equipes médicas da França. E promete fazer uma desafio diferente toda terça-feira, até o fim da pandemia. “Queria mostrar que é possível praticar esportes dentro de casa e se manter mentalmente forte durante essa provação”, contou no Instagram.

corretor de imóveis italiano corre 21km no quintal

Já o corretor de imóveis Fabrizio Draghi, 50 anos, da cidade italiana de Novafeltria (Rimini), decidiu organizar uma meia maratona no quintal de casa. Ajudado pela família, deu 840 voltas no terraço e completou a meia.  “Pude checar o piso todo e vou ter que providenciar  alguns acabamentos no rejunte”, disse Fabrizio à imprensa italiana.

 

Confira vídeo do The Guardian sobre a façanha de Elisha

E o vídeo do Fabrizio Draghi da “Alta Rimini”:

Tudo o que sabemos sobre:

maratonacorrida de ruacoronavírus