Recorde mundial dos 10 mil metros durou 2 dias

Recorde mundial dos 10 mil metros durou 2 dias

A fundista etíope Letesenbet Gidey estabeleceu a nova marca nesta terça-feira

SILVIA HERRERA

08 de junho de 2021 | 17h51

Inacreditável. Dois dias depois de correr na Holanda, onde domingo (6/6) Sifan Hassan baixou em quase 11 segundos o recorde mundial com o tempo de  29:06.82, a fundista etíope Letesenbet Gidey baixou mais cinco segundos nesta terça-feira, 8 de junho. Ela venceu o Ethiopian Trials e quebrou o recorde mundial dos 10 mil metros rasos com o tempo de 29:01.03. A segunda colocada, Tsigie Gebreselama cruzou a linha de chegada um minuto depois: 30:06.01.

Letesenbet Gidey é a nova recordista mundial dos 10 mil metros rasos

Com este feito,  Letesenbet, se torna aos 23 anos a segunda mulher da história do atletismo a ser recordista mundial dos 10 mil e 5 mil metros rasos. A primeira foi  Ingrid Kristiansen em 1986-1993. “Eu desejava quebrar mais um  recorde mundial e abaixo dos 29 minutos”, declarou Letesenbet após a competição. E vamos combinar que por pouco ela não baixa o tempo para casa dos 28 minutos. Os 5 mil metros ela quebrou o recorde mundial em outubro, com o tempo de 14: 06:62. Clique aqui para ler sobre os 5 mil metros rasos. Que venha Tóquio!

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.