Sobrevivente do ataque na Bélgica vai correr uma maratona

Sobrevivente do ataque na Bélgica vai correr uma maratona

SILVIA HERRERA

22 Outubro 2018 | 10h10

Sebastien Bellin, 37 anos, estava na hora errada no horário errado. Foi uma das vítimas dos atentado terrorista há dois anos. #superação #corridaderua #maratona #BlogCorridaparaTodos

Mas o medo não o impediu de retomar a vida, mesmo com um pedaço a menos na perna, vai correr dua primeira maratona dia 28 de outubro em Bruxelas. Ele diz que  avida deu-me uma segunda oportunidade e vai aproveitar cada instante.

Ele tem 2m06 de altura, teve que abandonar o basquete e tornou-se dirigente do diretor geral da equipa Spirou Charleroi, da Bélgica. É também palestrante, compartilha sua história de superação e como não ter medo. “Lembro-me de receber o cartão de embarque, da primeira bomba a rebentar atrás de mim, e assim que a senti, percebi o que estava a acontecer. O teto começou a cair, havia vidro por todo o lado, gritos, e enquanto corria, lembro-me de a segunda bomba explodir. Pessoas mortas à volta, um inferno”, contou o belga que nasceu aqui em São Paulo ao portal EuroNews.

Sua recuperação foi bem melhor que a mais otimista expectativa dos médicos e está treinando para completar os 42 km. “Uma das coisas que bem cedo prometi a mim mesmo, é de que haveria de encontrar uma forma de voltar a andar. Não se ultrapassa estas lesões com um estalar de dedos. E conseguir correr numa só perna, é um desafio que quero vencer e que me vai ajudar a ultrapassar o que vivi”, diz Bellin.

Saiba

Mais conteúdo sobre:

maratona