Strava agora tem heatmaps em 3D

Strava agora tem heatmaps em 3D

Com essa atualização é possível verificar as rotas mais usadas pelos membros

SILVIA HERRERA

06 de julho de 2021 | 10h31

Atualmente, saber onde há menos pessoas treinando é uma informação estratégica. E a nova atualização do Strava vai ajudar muito nisso, para fugir das aglomerações em treinos externos. A atualização foi nos heatmaps, os mapas de calor, que a partir de hoje, 1º de julho, passaram a ser em 3D, oferecendo mais visibilidade aos usuários e auxiliando os atletas a planejarem suas atividades ao redor do mundo. Além disso, os atletas agora poderão navegar pelo próprio heatmap, também em três dimensões. Este era um pedido dos usuários da plataforma, formada por 86 milhões pessoas em 195 países, sendo mais de 11 milhões só no Brasil.

Heatmap mostra onde os usuários estão treinando

Heat em inglês é calor, e o tal do heatmap mostra o “calor” gerado pelas atividades públicas dos usuários e o resultado é um mapa que identifica os locais mais utilizados. Quanto mais vezes a pessoa passa por um local, mais escuro o trajeto aparece. Essa função auxilia na criação de rotas e na descoberta de novos caminhos, por exemplo. O heatmap tem atualizações mensais e os usuários que não quiserem compartilhar sua atividade para esta função podem optar por deixá-la privada ou então ajustar suas configurações.

A atualização com todas as funções está disponível para os assinantes Strava e uma versão com zoom reduzido poderá ser acessada por toda comunidade. Vale ressaltar que a plataforma não rastreia nem compartilha os dados dos seus usuários. Com mais de 70 atualizações apenas nos últimos 12 meses, o Strava segue desenvolvendo novos recursos, muitos deles seguindo as sugestões dos próprios atletas do aplicativo.

Tudo o que sabemos sobre:

Stravatecnologia

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.