Strava aprimora o serviço para corredores e bikers

Strava aprimora o serviço para corredores e bikers

SILVIA HERRERA

04 Agosto 2018 | 10h10

Aplicativo para corredores de rua agora oferece novos tipos de assinatura e até segurança. #aplicativo #tecnologia #corridaderua #BlogCorridaParaTodos

A maioria dos corredores de rua, me incluo nela, conta de usar algum aplicativo para melhor acompanhar a evolução de seus treinos e também para conversar com outros corredores, compartilhar rotas de treinos e fotos. Os dois mais usados são o Strava (serviços pagos e gratuitos) e o NRC+ da Nike (gratuito). Na verdade, esses e os outros apps coleta tantos dados de hábitos dos consumidores que são na verdade uma ferramenta incrível de marketing para as marcas esportivas.

Na versão gratuita, o Strava trabalha com todos os dispositivos GPS e todos os monitores de frequência cardíaca e medidores de potência com Bluetooth LE. As pagas vão além. A marca tem 32 milhões de usuários em 195 países

Novidade

A partir deste mês, o Strava Premium está sendo substituído pelo Summit, que promete ser uma mão na roda para que qualquer tipo de corredor atingi sua meta e quebre seus recordes pessoais. Ele oferece três serviços distintos: Treino, Segurança e Análise.

“O Strava é uma comunidade de atletas que ajudam uns aos outros a alcançar as suas metas”, afirma James Quarles, CEO do Strava. “Noventa e dois por cento dos atletas Strava que estabelecem metas permanecem praticando esportes dez meses depois. Os pacotes Summit são projetados para melhor adequar e personalizar nossos recursos às necessidades dos membros. Quer o seu objetivo seja voltar a treinar depois de uma lesão ou realizar um treinamento para a sua primeira maratona, os pacotes Summit oferecerão as ferramentas de desempenho que você precisa ao longo do caminho”.

Vamos a eles:

Pacote Treino – recursos incluem planos de treinamento; rastreamento GPS em tempo real para smartphones; metas personalizadas por tempo, distância, potência ou segmento para manter a motivação; análise de prova para desagregar as flutuações de ritmo e parciais; classificações filtradas por idade e peso; e detalhamentos das tentativas de bater o KOM (rei da montanha) e recordes pessoais.

Pacote Análise – permite que corredor obtenha o máximo de qualquer dispositivo conectado ao Strava. Este pacote oferece ferramentas e insights detalhados, tais como: análise de treino para visualizar as zonas de ritmo e os dados de volta para os treinos; Fitness & Freshness para avaliar o impacto dos treinos ao longo do tempo e verificar se é hora de correr ou descansar; Live Segments para competir contra os melhores esforços pessoais ou outros atletas em tempo real; Análise de potência para decodificar os dados do medidor de potência e avaliar o desempenho e o condicionamento físico; e o Esforço relativo para ajudar os atletas a treinar de forma consistente e permanecer no ponto ideal para o desenvolvimento seguro de seu condicionamento físico.

Pacote Segurança – ajuda a planejar aventuras em rotas bem conhecidas (ou fora delas), a aproveitar as visualizações exclusivas com Heatmaps pessoais e a permanecer em segurança enquanto se aventuram. Com o Beacon, os membros Summit selecionam contatos de segurança que conseguem ver onde eles estão durante uma atividade em tempo real em um mapa – e se estão atrasados porque ainda estão tomando um cafezinho ou porque estão presos na trilha e precisam de ajuda.

O corredor pode escolher quantos pacotes quer, se assinar os três tem desconto especial.  Todos os atletas do Summit recebem assistência imediata da equipe de suporte Strava, além de descontos e outras Vantagens Summit dos parceiros Strava e empresas do setor. Se quiser assinar os três pacotes, o investimento anual é de R$ 119,90. Individual sai por  R$ 47,90. É possível também assinar por mês: um pacote custa R$ 5,90  e os três R$ 15,90.  Fiquei bem tentada a assinar o pacote segurança. Moro na capital paulista e realmente, quando saio sozinha para treinar, me dá um pouco de medo de não voltar. Já fui atropelada uma vez e assaltada outra – quase levei um tiro por causa de um óculos escuro maravilhoso que eu tinha. Já um amigo  foi vítima de sequestro relâmpago quando pedalava, roubaram a bike importada dele e ele teve que sacar dinheiro nos caixas automáticos para dar aos bandidos. Deixaram ele sem bike, sem dinheiro e longe de casa.

 

 

Mais conteúdo sobre:

tecnologiacorrida de rua