Tem medo de correr com o celular?

Tem medo de correr com o celular?

SILVIA HERRERA

02 de agosto de 2019 | 22h51

Você não é o único que teme ser furtado correndo na rua. Para esses casos, a marca Under Armour chipou os tênis e fez uma parceria com o app MapMyRun. Você corre sem o celular, que mesmo de longe vai mapear seu treino e traçar todas as estatísticas. #app #UnderArmour #corridaderua #BlogCorridaParaTodos

O app se comunica com os tênis da marca por meio de um chip com GPS instalado estrategicamente na entressola direita, sem contato com o pé, por meio de bluetooth. O fabricante garante que o chip vai durar mais que o próprio calçado, e que não vai danificar mesmo correndo na areia da praia. Aliás, falando em terrenos úmidos, os calçados dessa marca contém a palmilha Ortholite, com proteção antimicrobiana. Anderson Barbosa, instrutor de treinamento da Under Armour, contou que os calçados com a tecnologia de amortecimento HOVR já venderam 160 mil pares e que o Infinte é o melhor tênis de corrida da marca. O modelo exige um investimento considerável  – na faixa dos R$ 850.

Instalei o app MapMyRun para participar de uma “experiência” da marca no Núcleo de Alto Rendimento Esportivo de São Paulo (NAR), coordenado por Irineu Loturco e situado dentro de um parque municipal na zona sul da capital paulista. Evento para uma dezenas de apaixonados por corrida de rua, entre influencers e jornalistas.

Entressola do Hover Infinite

Apresentaram a nova edição do Infinite – modelo da família do amortecimento HOVR  (se pronuncia rover). Em poucas palavras, essa tecnologia é feita a partir de um EVA exclusivo da marca, feito pela Dow Química, com uma redinha envolta, que é selada a altas temperaturas.  Essa rede se chama energy web. Parece que o EVA está com meia arrastão, que fica acondicionado em uma estrutura plástica rígida, que o youtuber Gustavo Maio (Fôlego) batizou de exoesqueleto, e a marca adotou o termo.  Apesar do visual parrudo, o tênis é leve. O cabedal é respirável, com elementos que refletem a luz, e a lingueta é acolchoada, característica que não aprecio muito.

Anderson Barbosa, da Under Armour, mostra o Infinite “fatiado”

Depois da apresentação do HOVR Infinite, calçamos o modelo e fomos testar. Antes de descer para a pista, liguei o app. E não é que funcionou direitinho. Fizemos um educativo na pista de atletismo para testar o app e o tênis. Até nossa super velocista Ana Claudia Lemos estava treinando lá, que privilégio assistir os atletas de elite correrem. Ficamos no lado oposto da pista para não atrapalhar. Depois dos educativos, demos três tiros e ganhamos várias dicas personalizadas. Eu tenho que melhor os braços e o pé. Adorei. Estou na foto abaixo, segunda em pé – da esquerda para direita. Na posta está o Gustavo Maia. Embaixo o grande Harry Thomas Jr e na ponta direita em pé a jornalista Roberta Palma, uma das pioneiras na cobertura da corrida de rua. Ao lado dela o César Cândido do Viva Bem do UOL. E no centro, agachado, o  Ricardo Nishizaki,  do canal Corrida no Ar. A única de laranja em pé é a jornalista Carol Abrantes do portal WebRun. Um timaço do bem que adora correr e escrever.

Experiência Under Armour no NAR-SP

Claro que o tempo total marcado no app não é o da corrida, mas sim do intervalo que o dispositivo ficou conectado, mas os gráficos são bem fieis. Mostram a distância percorrida, calorias gastas, temperatura, umidade, temperatura, qual tênis usado, distância da passada, elevação, cadência e ritmo. Bem completo. Tem também sugestão de rotas, para correr e para pedalar, perto do local que você está.  O cadastro é simples, sincroniza com os dados do Facebook, e a está para IOS e Smartfones. O resultado superou minha expectativa, tanto do tênis  – que é muito confortável e robusto, sem ser pesado-, como o app. Já tentaram me furtar o celular e o óculos escuro treinando – e, quando vou correr sozinha, vou só com a chave de casa.

O app foi lançado em 2014 e desde então vem sendo aperfeiçoado. Em janeiro do ano passado, a Under Armour lançou em um evento em Las Vegas (CES) o chip com GPS em dois modelos e a parceria com o app. Atualmente está em português e é super simples de usar.

Tela do Map My Run app

Tudo o que sabemos sobre:

corrida de ruaappunder armour

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: