Tentativa de recorde da maratona confirmado para outubro em Viena

Tentativa de recorde da maratona confirmado para outubro em Viena

SILVIA HERRERA

28 de junho de 2019 | 08h00

O homem mais rápido do mundo, o fundista queniano Eliud Kipchoge promete correr 42,2K em menos de duas horas entre 12 e 20 de outubro no Parque Prater, na capital da Áustria.  #INEOS #1:59

Parque Prater-Hauptalle – Foto: Rene-Vidalli- Divulgação

O anúncio oficial aconteceu às 11h desta quinta-feira, 27 de junho, na prefeitura de Viena, com a presença do prefeito de Viena Michael Ludwig, seguida de coletiva de imprensa. Caso a condição climática seja desfavorável no dia 12 de outubro, nosso The Flash de carne e osso terá uma janela de oito dias para realizar a tentativa histórica.

Vale lembrar que o atual recorde é do próprio Eliud, estabelecido em 16 de setembro de 2018, na Maratona de Berlim – com o tempo de 2:01:39. E este monstro da corrida de rua e de apenas 1,66m de altura já tentou correr 42K abaixo de duas horas. Ele foi um dos três desafiantes que participaram da tentativa promovida pela Nike, chamada Breaking 2. Ele foi o melhor dos três e por muito pouco não conseguiu – fechou com 2:00:25 no Autódromo de Monza (Itália). Como foi em um evento não oficial, a Federação Internacional de Atletismo não reconheceu, mas quem liga. Eliud conseguiu uma projeção inigualável no mundo inteiro.

Eliud Kipchoge e Sir Jim Ratcliffe

Agora Eliud precisa ser 26 segundos mais rápido. Como a maratona tem 26 milhas, ele terá que ser 1 segundo mais veloz em cada milha desta vez. Parece pouco, mas na verdade não é.  Kipchoge está no auge, aos 34 anos, e acredita que é capaz. Ele costuma dizer em toda entrevista: “Não há limites para o ser humano”.

Eliud Kipchoge

Com esta baita experiência na bagagem e outro patrocinador, agora a INEOS, mega empresa do bilionários britânico Jim Ratcliffe. “Kipchoge é o melhor maratonista do mundo e o único com reais condições de realmente conseguir quebrar este recorde. Vai ser como a primeira vez que o homem pisou na Lua”, avalia Ratcliffe, que é também maratonista amador, com 30 provas concluídas.

O Prater é um parque público com 4,3km de comprimento. Há séculos, em 1537, era um clube de caça muito utilizado pela aristocracia, que chamava este retão de Hauptallee. A aérea foi doada em 1766 pelo imperador Josef II para se tornar um parque. O  retão se tornou uma avenida que permeia o parque, tido como o pulmão verde de Viena. E será indo e voltando na Hauptallee que Kipchoge vai correr os 42,2km.  Relamente as condições são boas: clima bom, ar puro, arborizado com muita sombra, asfalto lisinho e plano. 

A INEOS está dando toda infraestrutura solicitada pelo atleta e a escolha do melhor local foi feita em conjunto. Kipchoge está treinando forte para o desafio em Kaptagat (Quênia). “Soube que este parque é prefeito para a quebra do recorde. É no coração de Viena, o que permitirá acesso fácil do público, oferece um percurso plano e rápido, é bem protegida por árvores. Vai ser um evento histórico”, disse o atleta. 

Trajeto do Desafio

O Prater é o ponto de encontro dos corredores em Viena, há corridas lá desde 1740! O local faz parte do trajeto da Maratona de Viena. Aliás, foi nessa parque  que outro queniano, Henry Rono, quebrou o recorde dos 10 mil metros rasos em 1978, om o tempo de 27:22:05. Também foi na capital da Áustria que nasceu Franz Stampfl, treinador do lendário Roger Bannister, primeiro homem a conseguir correr uma milha (1,6km) abaixo de 4 minutos. Stampfl é o pai do treinamento intervalado, usado nos quatro cantos do mundo até hoje.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

maratonarecordeEliud Kipchoge

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.