Tudo sobre a 26ª Maratona Internacional de São Paulo

Tudo sobre a 26ª Maratona Internacional de São Paulo

Daniel Chaves, Giovani dos Santos e Andrezinho confirmaram presença

SILVIA HERRERA

05 de abril de 2022 | 11h15

A espera foi longa, quase três anos, e está tudo pronto para a 26ª  Maratona Internacional de São Paulo, que será realizada neste domingo, 10 de abril, com a presença de milhares de corredores, em uma edição celebrativa. O percurso difícil, com viadutos, pontes e túneis; e o clima imprevisível são os principais vilões desta maratona, uma das mais duras do país. Desta vez, todas as largadas e chegadas serão no mesmo lugar: Obelisco do Ibirapuera, a partir das 6h10, com transmissão ao vivo pelo canal da Yescom, no YouTube. A entrega dos kits de participação será no centro, no Shopping Light, entre os dias 7 e 9 de abril. Além dos 42k, haverá meia-maratona e 5k. Só vão participar atletas vacinados e o uso da máscara é recomendável nas áreas comuns. E a premiação em dinheiro será simbólica, e apenas para os atletas da elite brasileira.

A maratona será transmitida ao vivo no canal da Yescom (YouTube)

Como se trata de  uma edição especial, a princípio a premiação seria apenas com troféus. No entanto, a organização conseguiu recursos para um prêmio simbólico de R$ 24 mil, montante que será dividido entre os três primeiros (masculino e feminino) da elite brasileira.  Estão confirmados: Daniel Chaves (atleta olímpico), Giovani dos Santos (vice-campeão na edição de 2016), Andrezinho (André Luiz Silva Antonio), Laurindo Nunes Neto, Viviane Amorim Figueiredo e Raissa Marcelino do Nascimento. O recorde da Maratona de São Paulo é 2h11min19s, estabelecido há 20 anos por Vanderlei Cordeiro de Lima (BRA). O feminino é  2h31min31s, quebrado há dez anos por Rumokol Chepkanan (Quênia).

Andrezinho participou do treinão com amadores no Parque Villa-Lobos e testou o Corre 2

Mesmo sem premiação em dinheiro, apenas com troféus e medalhas especiais, do exterior confirmaram: Asefa Legese Bekele (Etiópia), Tilahun Abebaw Nigussie (Etiópia), Petro Manu Shaku (Eritreia), o queniano Bernard Kipsang Chumba (campeão da Volta da Pampulha em 2021), Etalem Terefe Tesfaw (Etiópia), a queniana Vivian Jeftanui Kiplagati, que venceu a Volta da Pampulha no ano passado.

Para os atletas amadores, que vêm de outras cidades, será uma chance de apreciar um pouco o que Sampa oferece. Em uma parceria entre a Yescom, empresa que organiza a prova, SPTuris e a Prefeitura de São Paulo, foi elaborada uma lista de atrações especiais para o pré e pós prova. Confira a relação completa de dicas pelo link https://cidadedesaopaulo.com/vivasp/centrais-de-informacao-turistica/ e boa diversão.

Para quem vai se hospedar perto da largada ou dar aquela última treinada no Ibira, vale conhecer as duas quadras multiesportivas (basquete, futebol e até funcional), dentro do Parque do Ibirapuera, que acabam  de ser  reformadas pela Gatorade. Além delas, a empresa montou um mini laboratório, o Sweat Lab, localizado ao lado do pavilhão de culturas brasileiras. Lá é possível testar em primeira mão o novo Gx Sweat Patch, adesivo inteligente com tecnologia exclusiva para medir os nutrientes, que perdemos no suor, e como deve ser a hidratação.

Gatorade reformou duas quadras no Parque do Ibirapuera

Na Parque Villa-Lobos, por onde passa o percurso da maratona,  há uma outra atração feita sob medida para os corredores, a Casa do Corre, que vai ficar aberta até domingo. Ela foi erguida pela Olympikus, que patrocina a maratona. Lá os três novos modelos da marca estão expostos, inclusive o  Corre 2 (R$ 499,99), tênis oficial da Maratona de São Paulo, que no processo do desenvolvimento contou com o apoio do Laboratório de Biomecânica da USP.

Na Casa do Corre também estão rolando treinos especiais, palestras, recuperação pós treino com Hypervolt, avaliações biomecânicas, gravação de podcasts e muito mais. Veja neste site a programação: https://www.olympikus.com.br/casadocorre. Tudo é grátis, basta se inscrever neste site: https://www.sympla.com.br/produtor/casadocorre.

 

Casa do Corre da Olympikus oferece programação gratuita de treinos no Villa-Lobos

DICAS PARA OS MARATONISTAS

A nutricionista Flora Morales, da Care Club, explica que o aumento no volume de treinos para maratona gera uma necessidade de aporte calórico maior, mas nada de comer só besteira: “Procure incluir alimentos fontes de carboidratos (arroz, batata, macarrão, pães e frutas) e proteínas de origem animal (carne, frango, peixe e ovos) ou vegetal (leguminosas como feijões, lentilha, ervilha, grão de bico, tofu) nas principais refeições.”A inclusão de verduras e legumes é extremamente importante para manter as necessidades de micronutrientes, que fornecem vitaminas, minerais, além de componentes antiinflamatórios e antioxidantes que auxiliam na recuperação, transporte de nutrientes, imunidade, disposição e sono. Todos esses são pilares essenciais para fazer uma boa prova.

O fisioterapeuta Thiago Kawamura, da Care Club, sugere que o atleta sempre escute o seu corpo. “Caso tenha algum sinal de desconforto, procure ajuda. Principalmente nessa reta final sentir dor não é normal , então quanto mais ela se prolongar, mais difícil será a recuperação”, orienta o físio. A dica é não sair fazendo diferentes só porque viu na internet. “Cada atleta tem sua demanda específica. É preciso entender quais são as características e expectativas dele, por isso a importância de uma equipe de especialistas acompanhando a jornada”, explica Thiago.

Dias antes da maratona é necessário começar o carregamento de carboidratos com a intenção de encher os estoques de glicogênio muscular e hepático. Evite alimentos fontes de gordura ou fibras porque estimulam o intestino, que já vai sofrer com a intensidade da corrida.  “Fique de olho na hidratação, sem água não há transporte de oxigênio e nutrientes, no restante prefira suco de uva concentrado, pão com geleia, bolo simples, torradas, frutas e mel”, ensina.

Logo depois de concluir a maratona, o corpo estará com os estoques mais baixos, então é hora de repor tudo. Carboidrato, proteína, vitaminas e minerais, antioxidantes e água. “Além de uma boa refeição sólida com todos os grupos alimentares indico suplementos de rápida absorção como um recovery (que já vem completo) ou isotônico junto a uma proteína (whey proteína ou proteína vegetal)”, explica. E durante a prova não experimente novos suplementos ou alimentos, eles podem gerar desconfortos gastrointestinais que prejudicam o desempenho e, em alguns casos, até impedir que o atleta finalize o seu objetivo.

PERCURSO

A maratona larga em sentido à Avenida Juscelino Kubistchek, contorna o Parque do Povo, atravessa a Ponte Cidade Jardim e segue em direção ao Jockey Club. De lá entra na USP e vai para a Ponte da Cidade Universitária, atravessa para a Praça Panamericana, prossegue até a entrada principal do Parque Villa-Lobos e retorna pelo mesmo caminho até o Obelisco.

A 26ª Maratona Internacional de São Paulo – Especial Edition é uma realização e organização da Yescom, com patrocínio de Comgas, Olympikus, NewOn, Assaí, Smart Fim, Dois Cunhados e Itambé, e patrocínio especial de You Mercados Esportes, 3 Corações, Adria e Powerade. O apoio é de Cosan, Montevérgine, Atrio, Rikan, Movimento Plástico Transforma, Bioleve, Bendita Cânfora, Shopping Light, Jasmine, Espaço Laser, Michelob Ultra e Vivaz. A supervisão técnica é da CBAt, FPA e World Athletics e o apoio especial da Prefeitura da Cidade São Paulo e SPTuris.

SERVIÇO

RETIRADA DO KIT

Local: Shopping Light – Rua Cel. Xavier de Toledo, 23 – 3º andar, esquina com o viaduto do Chá, no Centro, a 120m da Estação Anhangabaú do Metrô (linha Vermelha).

Dias e horários: 7 e 8 de abril, das 10h30 às 21h30, e no dia 9, das 10h30 às 17h30.

Levar: documento original com foto, comprovante de pagamento da inscrição; e carteira ou comprovante de vacinação completa contra a Covid-19 (Passaporte da Vacina), com no mínimo 2 doses.

MARATONA

Data: 10 de abril, domingo

Largadas e chegada:  Obelisco do Ibirapuera – na Avenida Pedro Álvares Cabral. A Estação de Metrô mais próxima é a AACD, linha Lilás, a 2km. Uma boa opção para ir se aquecendo.

Horários:

1ª Onda:  6h10 – Cadeirantes

2ª Onda: 6h12 – Elite (Masculino e Feminino)

3ª Onda: 6h19  – Premium, PCD, 42k e 21k

4ª Onda: 6h25 – 42k e 21k

5ª Onda: 6h30 –  Corrida 5k

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.