As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Barcos por Leandro: quem se deu melhor?

Glauco Pierri

08 de abril de 2013 | 20h41

O torcedor do Palmeiras ficou chateado em fevereiro, quando o clube anunciou que seu maior ídolo, o atacante argentino Hernán Barcos, havia sido trocado com cinco jogadores do Grêmio. Em seu discurso de saída, o jogador afirmou que deixava o Palmeiras pois não desejava disputar a Série B pelo Alviverde e queria ir para um clube com mais visibilidade, a fim de manter-se entre os convocados da seleção de seu país para as Eliminatórias da Copa de 2014.

Algum tempo depois, já no Grêmio e ainda jogando bem, Barcos parece ter sido ‘esquecido’ pelo técnico Alejandro Sabella – desde que deixou o Palmeiras, o jogador não foi mais convocado para a Argentina. E no Palmeiras, o atacante Leandro, de 19 anos, chegou feliz da vida. Disse ser palmeirense desde criança e logo se identificou com a torcida.

E mais: no último final de semana, Leandro esteve com a seleção brasileira em Santa Cruz de la Sierra, na Bolíva, e fez o quarto gol do Brasil na goleada por 4 a 0 em cima da seleção local. O Palmeiras não tinha um jogador que fazia gol com a Amarelinha desde julho de 2000, quando Alex marcou um dos três gols do Brasil na vitória por 3 a 1 sobre a Argentina.

E agora Barcos? Saudades do Palmeiras? O torcedor palmeirense já pega no pé do atacante argentino…

Confira:

Tudo o que sabemos sobre:

BarcosGrêmioLeandroPalmeiras

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.