As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Na trave, na trave, na trave…

Glauco Pierri

21 de março de 2013 | 17h03

Na quarta-feira, 13 de março de 2013, o Corinthians venceu o Tijuana, do México, por 3 a 0 no Pacaembu pela Libertadores. O primeiro gol do time, marcado por Alexandre Pato, nasceu após bela jogada do volante Renato Augusto, que entrou na área e bateu forte para o gol, a bola pegou no travessão, na trave, no travessão de novo e ai sobrou para Pato apenas empurrar para a rede.

Você achou que a bola bater na trave três vezes era demais? Não é. Em um jogo amador realizado na Ilha de Lesbos (a terceira maior ilha grega, localizada no nordeste do mar Egeu), o time local enfrentava o Papnikolis. No meio do jogo, Egeas Plomariou recebeu a bola na direita e assim que entrou na área chutou para o gol. A bola bateu na traves QUATRO vezes! Mas, diferente do jogo do Corinthians, Plomariou não teve sorte, já que o zagueiro conseguiu evitar o gol.

Reveja os lances:

Gol de Pato

Lance de Egeas Plomariou

Tudo o que sabemos sobre:

Bola na travetravessão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.