Foi vexame sim

Estadão

29 de outubro de 2011 | 12h20

Ney Franco, após o empate da Seleção Brasileira masculina de futebol com Cuba, disse que seria um vexame se a equipe não se classificasse para as semifinais. Depois que a eliminação foi consumada com a derrota para Costa Rica, desmentiu-se e disse que não havia nada de vexatório. Mas um resultado indica que o empate com Cuba foi, de fato, um desastre. Os cubanos, que não têm tradição alguma no futebol, continuam em Guadalajara, interessados em progredir na modalidade. Nesta sexta-feira disputaram um amistoso contra alunos da Universidad Panamericana. E perderam por 2 a 1, com gols de dois estudantes da Faculdade de Direito.

Alessandro Lucchetti

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.