Agora o Dacar está com cara de Dacar!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Agora o Dacar está com cara de Dacar!

Jean Azevedo

07 de janeiro de 2015 | 20h22

dakar1524_viniciusbranca_07012015044715

Hoje foi um dia pesado, entre Chilecito, na Argentina, e Copiapó, no Chile. Atravessamos a Cordilheira dos Andes e chegamos ao temido deserto do Atacama. Muitos caminhos de serra, com grandes altitudes. Era possível ver alguns picos das montanhas com neve. 

Nos quilômetros finais, as dunas gigantes! Duna é sempre duna, com areia fofa. Exige força e preparo físico. Não foi fácil. Mas agora o Dacar ficou com cara de Dacar. O acampamento está montado no deserto, rodeado de montanhas e com céu bem azul. Bem diferente do cenário que vimos nos três primeiros dias na Argentina.

Chegamos a um terço da prova. Motos e quadriciclos já percorreram 3.029 quilômetros. Os carros e os caminhões, um pouco menos: 2.909 e 2.794, respectivamente.

Agora vou tomar um banho, comer algo, acompanhar a manutenção da minha Honda CRF 450 Rally e cama! Amanhã será um dia também complicado até Antofagasta. A organização promete surpresas no dia, mas já alerta que vamos enfrentar o “fesh fesh”, que é uma areia fina que parece um talco. Sabe qual o perigo? Essa areia esconde os buracos e pedras. Precisa ter sangue frio.

Até mais!

P.s.: Não gosto de falar de acidentes no rali, mas me solidarizo com toda a família, amigos e equipes do polonês Michal Hernik, que nos deixou ontem.

Tudo o que sabemos sobre:

DacarHondaJean AzevedoRali

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.