Calor dos infernos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Calor dos infernos

Jean Azevedo

05 de janeiro de 2015 | 20h39

Pronto para comer no acampamento

E aí, pessoal. Não consegui postar ontem, porque foi uma correria. Hoje foi ainda pior, mas consegui arrumar um tempo para atualizar o blog!

O dia foi bem duro entre Villa Carlos Paz e San Juan, na Argentina. E também o mais longo, com 625 km e 518 de cronometrados. Até agora, rodamos mais de 1.400 km desde a largada em Buenos Aires. Foram apenas dois dias de prova… Tivemos de tudo hoje: terra, cascalho e um chão de areia fofa para castigar a parte final da especial.

Para piorar, um calor dos infernos. A temperatura estava mais de 45 graus, o sol muito forte. Havia também todo tipo de terreno e serras com grandes diferenças de altitudes, de 300 a 2.000 metros.

A etapa foi de arrebentar, tanto que muitos pilotos terminaram o trecho passando mal. Vi muita gente sendo atendida no final da etapa pela equipe médica do rali.

Depois de um dia muito duro, já estou no acampamento, que por sinal é muito bonito, entre montanhas, no autódromo El Zonda. Nada melhor do que comer algo e descansar um pouco! Até mais e continuem na torcida!

Tudo o que sabemos sobre:

DacarHondaJean AzevedoRali Dacar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.