Com vaga garantida nas oitavas, Barcelona tenta quebrar tabu contra Rubin

Estadão

07 de dezembro de 2010 | 08h13

BARCELONA – Já classificado para as oitavas de final da Liga dos Campeões, o Barcelona tentará nesta terça-feira, em partida válida pela última rodada do Grupo D, quebrar o incômodo tabu de jamais ter vencido o Rubin Kazan (às 17h45 de Brasília, ao vivo na rádio Eldorado/ESPN – AM 700/FM 107,3).

Em três duelos contra a equipe russa, o time espanhol tem como retrospecto dois empates e uma derrota, esta no palco do próximo confronto – o Estádio Camp Nou -, também pela fase de grupos da Liga, no ano passado.

Como para o Barcelona (11 pontos) a partida serve apenas para cumprir tabela, o técnico Josep Guardiola deverá poupar alguns titulares, como o meia Xavi.

O momento dos catalães é excepcional, e não só por ter conseguido pela primeira vez em sua história colocar três de seus jogadores no pódio da Bola de Ouro (Xavi, Iniesta e Messi), mas porque suas atuações se equiparam às que teve na temporada 2008/2009, quando conquistou todos os títulos que disputou. Em seus últimos quatro jogos oficiais, o Barça alcançou marcou 19 gols e não sofreu nenhum.

Situação bem diferente é a vivida pelo Rubin Kazan, que ainda tem possibilidades de chegar às oitavas de final, embora o time não dependa mais de seus próprios esforços.

Em terceiro lugar na chave, a equipe russa (6 pontos) precisa, além de vencer o Barcelona, torcer por um tropeço do Copenhague, que jogará em casa contra o lanterna Panathinaikos.

Devido à obrigatoriedade de uma vitória, o técnico do Rubin, Kurban Berdiev, deverá escalar o time no ataque. Com isso, o meia brasileiro Carlos Eduardo, que nas últimas partidas ficou na reserva, poderá receber uma oportunidade, assim como o nigeriano Martins. (Efe)

BARCELONA – Victor Valdés; Adriano, Piqué, Puyol e Maxwell; Iniesta, Mascherano e Thiago; Jeffren, Bojan e Messi.

RUBIN KAZAN – Ryzhikov; Bocchetti, César Navas, Ansaldi e Kaleshin; Natcho, Noboa, Kasaev e Ryazantsev; Kornilenko e Gökdeniz.

Árbitro – Jonas Eriksson (Suécia); Início – 17h45 (de Brasília); Rádio – Eldorado/ESPN (AM 700/FM 107,3)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.