Cristiano Ronaldo tem atuação espetacular e comanda vitória do Real sobre o Milan

Estadão

19 de outubro de 2010 | 18h40

Um show do português Cristiano Ronaldo na vitória do Real Madrid sobre o Milan por 2 a 0, na Liga dos Campeões. Maior campeão da história da competição com nove títulos, o clube espanhol mostrou um poder de fogo impressionante no Santiago Bernabéu. Não sou muito fã do técnico José Mourinho, mas ele adotou um esquema ousado (4-3-3), que funcionou muito bem.

QUIZ DA LIGA – Faça o desafio
TABELA – Confira a classificação

O Real Madrid impôs uma blitz sobre o Milan nos primeiros minutos. O técnico Mano Menezes, que esteve na Espanha para acompanhar o duelo, não tirou os olhos do campo de defesa do Milan nos primeiros minutos. O Real abriu o placar logo aos 12. Após falta de Gattuso em Xabi Alonso, Cristiano Ronaldo encontrou brecha no meio da barreira e colocou no canto esquerdo de Amelia (ouça na Eldorado/ESPN).

O gol desestabilizou completamente o Milan. Cristiano Ronaldo mostrou como ele é decisivo e um minuto depois aproveitou o momento de pane no time italiano para cruzar para trás dentro da área, nos pés de Ozil. O alemão bateu e contou com um desviou em Bonera para enganar Amelia e colocar a bola no fundo do gol (ouça na Eldorado/ESPN).

O Milan só não sofreu mais no primeiro tempo por sorte. Aos 36 minutos, Cristiano Ronaldo fez outra jogada espetacular, deu dois cortes em Nesta e bateu forte para o gol. Amelia pulou no canto direito e defendeu. Outro chance incrível foi aos 39 minutos. Cristiano Ronaldo cruzou, Di Maria dividiu com Gattuso na pequena área e quase conseguiu desviar paras redes.

Apesar de estar perto de retornar à seleção brasileira. Ronaldinho Gaúcho teve uma partida discreta no Santiago Bernabéu. O atacante foi muito bem marcado e só apareceu quando foi acionado em alguns lançamentos. Ele acabou substituído por Robinho aos 26 minutos da etapa final – o ex-jogador santista, que também já passou pelo Real, levou uma vaia gigantesca.

Cristiano Ronaldo continuou a dar as cartas no segundo tempo. Ele teve outras duas chances para marcar. Aos 25 minutos, o camisa 7 recebeu passe do brasileiro Marcelo e bateu colocado. A bola passou muito perto do ângulo direito. A outra oportunidade foi aos 30 minutos. Em cobrança de falta da entrada da área, ele carimbou a barreira. Pepe quase ficou com a sobra.

Alexandre Pato seguiu Ronaldinho Gaúcho e também teve uma atuação fraca. Foi substituído por Inzaghi. O Milan não conseguiu melhorar e acabou batido. Um resultado que complicou a situação do time italiano, que parou nos quatro pontos no Grupo G. O Ajax ganhou do Auxerre, na Holanda, por 2 a 1, e também chegou aos quatro pontos.

Siga o Twitter de André Rigue
Siga o Twitter de esportes do estadão.com.br

  REAL MADRID 2 X 0 MILAN
Real Madrid –
Casillas; Arbeloa, Pepe, Ricardo Carvalho e Marcelo; Khedira, Xabi Alonso e Ozil (Diarra); Di Maria (Granero), Cristiano Ronaldo e Higuaín (Benzema). Técnico: José Mourinho

Milan – Marco Amelia; Zambrotta, Bonera  , Nesta e Antonini  ; Gattuso (Boateng  ), Pirlo, Seedorf e Alexandre Pato (Inzaghi); Ibrahimovic e Ronaldinho Gaúcho (Robinho). Técnico: Massimo Alegri

Gols – Cristiano Ronaldo, aos 12, e Ozil, aos 13 minutos do primeiro tempo; Público e Renda – Não disponível; Local – Santiago Bernabéu, em Madrid (ESP). Árbitro – Pedro Proença (POR)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.