Amigos, ainda não temos uma definição.

liviooricchio

28 de junho de 2012 | 16h28

28/VI/12
Livio Oricchio, de São Paulo

Amigos:

Em primeiríssimo lugar, meu mais profundo agradecimento a tudo o que vocês expressaram nos comentários. Tocou minha alma. É um apoio que caso prossigamos juntos, como acredito, me enche de energia para evoluir meu conhecimento, produzir mais, elevar minha interatividade, investir em formas distintas de trazer esse fantástico, amplo e desafiador universo da Fórmula 1 ao blog.

Não tenho, ainda, até agora, quinta-feira, uma definição sobre como será a nossa cobertura no restante da empolgante temporada. Como vocês, torço para o desfecho ser favorável e as coisas continuarem como estão. Mas não será fácil. Os jornais impressos passam por um momento de transição com o crescimento da internet. Estão sendo repensados. Qualquer decisão que envolva a presença dos jornais em um evento que se apresenta no mundo todo e se estende por um ano, como a Fórmula 1, exige, hoje, reflexão. E é isso o que se passa.

Os argumentos dos dois lados estão sobre a mesa. O meus e os do jornal, que no fundo são os mesmos, pois a direção da empresa tem grande sensibilidade jornalística. O que irá decidir é a necessidade de atender os interesses imediatos do jornal, compreensível quando a conjuntura nos é exposta com toda transparência, como sempre. Vamos aguardar juntos por uma solução de compromisso.

Grande abraço!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: