Barcelona: hora da verdade para as novas regras

liviooricchio

16 de maio de 2011 | 13h48

16/V/11

Amigos, essa é a minha coluna, hoje, no Jornal da Tarde

  Este dado, sozinho, nos permite projetar, em princípio, como deverá ser a próxima etapa do campeonato, o GP da Espanha, domingo, no Circuito da Catalunha, em Barcelona: das 20 edições da prova disputadas nessa pista, nada menos de em 16 ocasiões o piloto que estabeleceu a pole position ganhou a corrida. O mais impressionante: o autor da pole nos 10 últimos GPs da Espanha foi o vencedor.

  Nesta temporada, Sebastian Vettel largou em primeiro nas quatro etapas realizadas, Austrália, Malásia, China e Turquia, com o modelo RB7-Renault da Red Bull, o que somada à pole no GP de Abu Dabi, último de 2010, lhe dá cinco poles seguidas. Há mais: os carros concebidos por Adrian Newey, diretor-técnico da Red Bull, venceram o GP da Espanha, em Barcelona, nada menos de dez vezes, ou a metade das provas disputadas.

  Vamos recordar: Nigel Mansell, em 1991, na inauguração do autódromo, Mansell de novo no ano seguinte, Alan Prost, em 1993, Damon Hill, em 1994, e Jacques Villeneuve, em 1997, todos com Williams. Depois, quando Newey projetou os carros da McLaren: Mika Hakkinen, 1998, 1999 e 2000 e Kimi Raikkonen, 2005. No ano passado Mark Webber, com o Red Bull RB6 de Newey, foi primeiro.

  Este ano a Fórmula 1 apresenta novidades que facilitaram, de fato, as ultrapassagens. E é exatamente a quase impossibilidade de se ultrapassar nos 4.655 metros do Circuito da Catalunha que explica, em boa parte, o pole position invariavelmente ganhar a corrida. Mais do que em Mônaco, ao menos é o que demonstra a estatística.

  Será interessante acompanharmos: primeiro se as novas regras funcionam também em Barcelona. E, depois, se a profunda empatia dos carros de Newey com a pista é mesmo tão grande que, apesar das possibilidades elevadas de ultrapassagem, hoje, Vettel ou Webber serão capazes de manterem-se na ponta e ratificar o histórico da prova. Quem acredita que, em condições normais, um ou outro não largará na pole position?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.