Olá amigos!

liviooricchio

17 de agosto de 2006 | 15h16

Suponha que nos encontramos e você, que vez por outra lê alguns dos meus textos no Estadão, Jornal da Tarde ou no Portal do Estadão, me pergunte o seguinte: “Livio, se você fosse começar de novo sua vida profissional, que caminho escolheria?” Eu não precisaria pensar muito para responder: exatamente o que segui, ser jornalista especializado em automobilismo. Atividade que realmente amo. Acrescentaria apenas um curso na minha formação: engenharia aeronáutica, outra grande paixão.

Mas o meu enorme interesse por essas áreas tem um preço. As limitações de espaço nos jornais, mais do que compreensíveis, por não serem especializados em esportes e menos ainda em corridas de automóveis ou aviões, acabam por gerar um pouco de frustração em mim. Explico: em geral, tenho contato com tanta informação num fim de semana de GP e nos meus deslocamentos pelo mundo, que o que chega ao leitor é parte significativamente reduzida do apurado.

Quando me sugeriram aqui no Estadão de produzir um Blog, vi na iniciativa a chance que tinha não só de expor a quem gosta um bocado maior do que se passou em Silverstone, Monza, no aeroporto de Manama, em Bahrein, ou seja lá onde for, como de estabelecer um canal de comunicação mais íntimo, sem as formalidades, necessárias, de um jornal diário.

Aqui nós podemos conversar. Aqui eu posso expor um pouco dos meus sentimentos, relatar-lhes passagens vividas com personagens riquíssimos que cruzam minhas estradas na Europa, Ásia, Oceania, América e África. E, por que não, contar detalhes do que é cobrir uma competição tão particular, fascinante e cosmopolita como a Fórmula 1. Se você se interessa pelo tema, tenho certeza de que apreciará.

Neste novo espaço irei inserir notas diárias, não muitas. Serão textos interpretados, comentados e em algumas ocasiões darei minha opinião. Mais: irei redigir uma coluna semanal, vou assinar um diário de bordo, o que lhe permitirá me acompanhar nas viagens, teremos um campo para reportagens em série sobre o mesmo tema. Vamos começar com a série que escrevi depois da morte de Ayrton Senna, em primeira pessoa, mas agora ampliada e revisada. Aposto que boa parte do que irá ler você não sabia.

Há mais coisas ainda. Veja em cada categoria exposta aqui no homepage do Blog (existe isso?) uma breve apresentação de cada uma dessas categorias e a periodicidade com que serão atualizadas. Acho que será uma experiência interessante!

Claro que você poderá participar. Alguns comentários recebidos irão para o ar. Todos não daria. Garanto, no entanto, que os lerei. Vou ter a oportunidade, também, de responder algumas perguntas que eventualmente você deseje me fazer ou a alguém da Fórmula 1. Você pode querer saber algo específico do Michael Schumacher, mande a pergunta para mim que a farei, pessoalmente, a ele e em seguida repasso, via Blog, a resposta.

Pode não ser na hora, e conhecendo a Fórmula 1 não será mesmo, mas em algum momento eu obtenho a resposta. Enfim, chega de papo e vamos ao que interessa, informar, interpretar, comentar e opinar a respeito do que cerca esse incrível universo denominado automobilismo.

Um abraço, amigos!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.