Perdemos Aurélio Batista. É uma grande perda.

liviooricchio

05 de março de 2008 | 22h34

05/III/08

É com imenso pesar que recebo a notícia da morte de Aurélio Batista Félix, o Aurélio, o visionário criador da Fórmula Truck. Infelizmente temos poucos dirigentes com seu conhecimento de causa e ousadia para investimentos no esporte que tanto apreciamos, o automobilismo.

Seu evento reunia cerca de 40, 50 mil pessoas, o que nos dias de hoje, com a pluralidade de opções que há no esporte, comprova o quanto sua proposta atingia quem gosta de velocidade.

Aurélio é daqueles que, ao ir, não apenas deixarão saudades, mas grandes preocupações com a sequência de sucesso do espetaculo criado por ele. Foram sua visão, determinação, paixão, amor à Fórmula Truck que transformaram a competição numa disputa capaz de envolver os fabricantes de caminhões instalados no Brasil. Para convencer essa turma é necessário muito, mas muito mesmo.

Que sua família sinta a solidariedade de uma nação, a mesma nação que Aurélio ajudou a formar, a nação dos entusiastas por esportes a motor, e se sinta um pouco mais confortável.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.