Técnico da Ferrari dá detalhes do acidente de Massa

liviooricchio

26 de julho de 2009 | 22h14

26/VII/09
Livio Oricchio, de Budapeste

Um representante da Ferrari, que não pode ser identificado, explicou que apesar de Felipe Massa não ter perdido os sentidos em nenhum momento, ao menos completamente, sua capacidade de julgamento foi bastante afetada depois do choque da peça do carro de Rubens Barrichello contra seu capacete, sábado, na sessão de classificação.

“Todas as orientações que passamos a Felipe são atendidas de imediato. Dissemos para tomar determinada ação e não vimos resposta.” O técnico explica que esse instante corresponde aos segundos depois de ser atingido pela mola da suspensão da Brawn GP.

“Verificamos a telemetria e vimos algo bastante estranho. O acelerador estava no curso máximo e o freio ligeiramente acionado, apenas”, contou. A Ferrari sai da pista na reta antes da curva 4, a cerca de 220 km/h, passa sobre a grama do lado esquerdo e segue em frente, já na área de escape da curva.

As imagens com som demonstram que ao entrar na área de escape e ver a barreira de pneus se aproximar num ângulo quase frontal, sempre o mais evitado por causa da brusca desaceleração que provoca, Massa revela, segundo a telemetria, certo estado de consciência: “A força no pedal do freio aumenta”.

É possível perceber, também, que o piloto da Ferrari reduz as marchas na tentativa de reduzir a velocidade do choque, o que consegue. As marcas no solo comprovam a ação do freio. O pé direito, porém, manteve o acelerador no curso máximo ao mesmo tempo, iniciativa fácil de se identificar por causa de o limitador de giros do motor, em 18 mil rpm, estar acionado, produzindo barulho bastante característico. Em outras palavras, Massa colidiu contra os pneus com o pé direito pressionando o acelerador e o esquerdo o pedal do freio com maior vigor.

“Nós não encontramos uma razão lógica para aquele comportamento e pensamos, na hora, ali, que ele tivesse tido um ataque qualquer”, comentou o técnico. Apenas com a repetição das imagens na TV ficou claro que a peça havia atingido seu capacete e expondo sua vida em risco.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.