18 seleções vão brigar pelas últimas três vagas nos Jogos de 2016
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

18 seleções vão brigar pelas últimas três vagas nos Jogos de 2016

Fiba vai definir em novembro anfitriões dos três torneios; 15 países já estão garantidos na disputa

Marcius Azevedo

05 de outubro de 2015 | 13h49

A China superou Filipinas na final do Campeonato da Ásia no sábado e se garantiu diretamente nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no ano que vem. Com nove seleções classificadas restam três vagas. A Fiba divulgou detalhes da disputa nesta segunda-feira em comunicado no site da entidade.

Serão 18 seleções, em três torneios simultâneos, de 4 até 10 de julho. Os participantes foram definidos da seguinte maneira: 15 países se classificaram pela campanha nos pré-olímpicos, enquanto outros três serão escolhidos como sede e, com isso, ganham mais uma chance de carimbar passaporte para 2016.

A Fiba confirmou que os anfitriões serão anunciados no dia 23 de novembro após reunião do Comitê Executivo e o sorteio das chaves com seis equipes cada será no dia seguinte. A entidade informou ainda que vai aplicar critérios geográficos e técnicos para equilibrar os hexagonais.

O caminho para os Jogos de 2016

O caminho para os Jogos de 2016

A Alemanha, que não conseguiu se classificar pelo EuroBasket, tem uma enorme possibilidade de receber uma das competições qualificatórias. Apenas o campeão de cada torneio se garante na Olimpíada.

As 15 seleções que conseguiram se classificar pelo desempenho nos torneios continentais são: Angola, Tunísia e Senegal (África), Canadá, México e Porto Rico (Américas), Filipinas, Irã e Japão (Ásia), França, Sérvia, Grécia, Itália e República Checa (Europa) e Nova Zelândia (Oceania).

Já estão classificados para os Jogos Olímpicos: Brasil (país-sede), Estados Unidos (campeão mundial), Nigéria (campeão AfroBasket), Venezuela e Argentina (campeão e vice da Copa América), China (campeã asiático), Espanha e Lituânia (campeã e vice do EuroBasket) e Austrália (campeão da Oceania).

Tudo o que sabemos sobre:

basqueteFibaFiba Américas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.