As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alguém ainda ousa duvidar de Kobe Bryant?

Marcius Azevedo

25 de fevereiro de 2013 | 10h20

“Não é uma questão de se nós iremos aos playoffs. Nós iremos. E quando chegarmos lá, eu não tenho medo de nenhum time. Oklahoma City, San Antonio, Denver… seja lá quem for. Eu tenho zero nervosismo sobre isso”

A declaração de Kobe Bryant não era uma frase motivacional para que os companheiros se dedicassem ainda mais. O ala é um obcecado por vencer e, como não é mais um garoto, não quer abrir mão de brigar por mais um título antes de se aposentar.

Kobe quer fazer o supertime do Los Angeles sair da teoria e dar certo na prática. Na noite de domingo, o ala teve mais uma atuação convincente e garantiu o terceiro triunfo consecutivo da equipe, que está invicta desde o All-Star Game.

Os Lakers derrotaram o Dallas Mavericks por 103 a 99 no American Airlines Center, no Texas, e agora acumulam 28 vitórias e 29 derrotas, ocupando o nono lugar da Conferência Oeste, se aproximando dos concorrentes da vaga aos playoffs.

O alvo principal é o Houston Rockets, oitavo com 31 vitórias e 27 derrotas, e, assim como os Lakers, vive momentos de instabilidade na liga. O time do barbudo James Harden tem alternado sequências de vitórias com longos períodos de jejum. As equipes se enfrentam apenas no dia 17 de abril, na última rodada da temporada regular.

Voltando ao astro dos Lakers. Kobe liberou o time contra os Mavericks com 38 pontos, 12 rebotes e sete assistências, ficando próximo de um triplo-duplo.

“É por isso que ele é Kobe Bryant, e não John Smith. É o que ele faz, o que ama fazer. Para o que ele treina”, elogiou o técnico Mike D’Antoni.

Eu não duvido de que Kobe vai levar os Lakers aos playoffs. E mais ainda: não duvido que o time da Califórnia possa surpreender os favoritos e brigar pelo título.

Confira os melhores momentos da vitória dos Lakers contra os Mavericks:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.